Em 14 anos, metade da população global usará Bitcoin, aponta previsão

Grupo de pessoas segurando moedas físicas de Bitcoin.
Grupo de pessoas segurando moedas físicas de Bitcoin.

Uma nova projeção de adoção do Bitcoin aponta que em 14 anos, em 2036, o Bitcoin terá atingido 50% de adoção global. Embora esta janela de tempo pareça longa, a boa notícia é que a tendência é que o preço do BTC fique mais caro devido a maior demanda.

Para chegar a estes números, a Blockware Solutions usou a adoção de outras tecnologias para criar uma média a ser usada como base. Dentre elas estão a eletricidade, celular, automóvel e outros recursos já comuns em nosso cotidiano.

Entretanto, uma das principais diferenças entre o Bitcoin e estes outros itens é a sua escassez. Como exemplo, é possível criar infinitos computadores para suprir a demanda por tais aparelhos, já o Bitcoin possui um limite máximo de 21 milhões de unidades, o que pode fazer seu preço disparar ainda mais.

Metade da população usará Bitcoin em 2036

Segundo o estudo da Blockware, hoje, 13 anos após a criação de Satoshi Nakamoto, apenas 0,36% da população global utiliza o Bitcoin. Tal número pode chegar a 50% nos próximos 14 anos, alcançando bilhões de usuários.

Para chegar a este número, o estudo analisou a curva de adoção de outras tecnologias, como internet, redes sociais, chegando a uma média a ser aplicada no Bitcoin.

Curva de adoção de tecnologias comuns no nosso cotidiano. Fonte: Blockware Solutions.

Com isso, a pesquisa estima que a adoção do Bitcoin pode chegar a 10% da população global ainda nesta década, alcançando 50% da população em meados de 2036.

“Prevemos que a adoção global do Bitcoin ultrapassará 10% no ano de 2030. A linha vermelha representa a adoção real do Bitcoin e as linhas verdes representam a adoção prevista.”

Projeção de adoção do Bitcoin. Fonte: Blockware Solutions.

Satoshi criou halvings para incentivar a adoção

Uma das principais características do Bitcoin são os seus halvings, ou seja, a redução da recompensa de mineração a cada ~4 anos. Com isso, Satoshi criou um incentivo para que as pessoas adotassem o BTC quanto antes. Afinal, quanto mais tarde, menos serão cunhados.

Emissão de Bitcoin (em amarelo) vs adoção (em verde) ao longo dos anos. Fonte: Blockware Solutions.

Talvez o criador do Bitcoin estivesse muito otimista com a adoção do Bitcoin para oferecer halvings tão curtos. De qualquer forma, é notável que está cada vez mais difícil ganhar BTC direto da fonte, e quanto antes você o adotar, melhor.

Não vai ter Bitcoin para todo mundo

Conforme o número de bitcoins é limitado em 21 milhões, é natural estimar que seu preço subirá conforme mais pessoas adotarem esta moeda. Com um estimado de 4 bilhões de pessoas usando BTC em 2036, será quase impossível juntar 1 BTC.

21.000.000 BTC / 4.000.000.000 pessoas = 0,00525 BTC para cada pessoa.

Conforme pode ser observado no cálculo acima, não haverá 1 BTC para cada pessoa em 2036, bem longe disso, caso a previsão acima aconteça. Portanto, ao contrário de outras tecnologias que expandem sua oferta para atender a demanda, o BTC pode ter uma grande valorização até lá.

Em outras palavras, compre alguns satoshis e os deixe parados. Afinal, a história já mostrou que apesar das grandes correções, o Bitcoin está se provando um ótimo investimento de longo prazo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias