Em queda, Bitcoin bate recorde de volatilidade em 2019

Maior nível já registrado no ano!

Siga no

A queda dos preços do Bitcoin arrasaram o criptomercado desde o dia 10 de julho, com um recorde na volatilidade sendo batido em 2019. Certamente, para quem esperava uma imensa valorização dos preços do Bitcoin (BTC), o cenário ainda é de cautela.

Isso porque, analisando os últimos meses, a performance de valorização do Bitcoin ainda é excepcional. Entretanto, o tom dos últimos dias tem colocado os traders de Bitcoin em alerta, principalmente pela consolidação de preços do BTC.

Bitcoin bate recorde de volatilidade no mês de julho em meio a queda nos preços

Certamente o ano de 2019 mostra sinais animadores após um terrível inverno cripto em 2018. Além disso, o Bitcoin hoje continua tendo uma ótima valorização no ano, saindo de U$ 3,700 mil em janeiro e chegando a U$ 11,500. Claro que isso chama atenção de investidores e especuladores, em geral, que podem se assustar com quedas muito bruscas.

E foi certamente o que aconteceu no dia 10 de julho, quando o Bitcoin iniciou seu dia valendo cerca de U$ 13,100. Entretanto, já pela noite estava valendo U$ 11,700, uma queda considerável em meio a rumores.

Fonte: CoinMarketCap

Além disso, cabe o destaque que a volatilidade de preços do Bitcoin atingiu seu topo anual. Em junho de 2019, o indicador já havia mostrado estar alto, entretanto, no início de julho um novo recorde foi atingido. A volatilidade do Bitcoin, de acordo com índice, está em cerca de 5,53% nos últimos 30 dias. Considerando ainda o período de 60 dias, a medida está em 5,08%, no momento da escrita deste.

Fonte: https://www.buybitcoinworldwide.com/volatility-index/ – Acesso em 11/07/2019

Essa característica assustadora de preços do Bitcoin, entretanto, tende a sumir com o tempo. De acordo com o cofundador da Coinlist, em entrevista à CNBC, disse que “as criptomoedas ficarão menos voláteis na medida em que amadurecerem”.

Motivos da queda nos preços do Bitcoin ainda é apurado pela comunidade de criptomoedas mundial

Um dos motivos que derrubou o Bitcoin pode ter sido uma mineradora de criptomoedas. Isso porque, essa tentou obter mais recompensa por bloco do que está programado. Entretanto, não conseguiu e Jamesson Lopp afirmou que o “Bitcoin é uma fortaleza impenetrável”.

Cabe o destaque que a rede Bitcoin possui um consenso para validar um bloco, chamado proof of work. Além disso, cada bloco minerado passa pela aprovação dos nodes, que são parte da segurança da rede.

Entretanto, de acordo com uma pesquisa realizada pela Bitmex em seu Twitter, o caso pode não ter ligações com a queda do Bitcoin. A empresa acabou chamando o caso de apenas “coincidência”.

Finalmente, o criptomercado segue de olho nos preços e na tecnologia, que apesar dos testes continua segura. Fique ligado no Livecoins para mais informações a qualquer momento.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Miami pode ser a primeira cidade a ter reservas em Bitcoin

O prefeito de Miami, Francis Suarez, vem, desde dezembro de 2020, considerando apostar no Bitcoin para fazer parte das reservas da cidade. Segundo Suarez,...
PayPal e Bitcoin criptomoedas blockchain

Ações do PayPal podem valorizar 46% “graças ao Bitcoin”, diz analista

Por causa do Bitcoin, o PayPal pode alcançar uma incrível valorização no preço das suas ações. Um analista da Mizuho Securities elevou sua estimativa...

Irã sofre com apagões, governo culpa mineração de Bitcoin

O governo do Irã tem apontado que os recentes apagões ocorridos no país têm sido causados pelo alto consumo das fazendas de mineração de...

Cotações por TradingView

Últimas notícias

Ações do PayPal podem valorizar 46% “graças ao Bitcoin”, diz analista

Por causa do Bitcoin, o PayPal pode alcançar uma incrível valorização no preço das suas ações. Um analista da Mizuho Securities elevou sua estimativa...

Irã sofre com apagões, governo culpa mineração de Bitcoin

O governo do Irã tem apontado que os recentes apagões ocorridos no país têm sido causados pelo alto consumo das fazendas de mineração de...

Banco Central da Nova Zelândia é hackeado

Há uma semana, no domingo (10), o Banco Central da Nova Zelândia foi alvo de um ataque hacker que deixou graves consequências. As autoridades...

Binance abre inscrições para voluntários no Brasil

Quem busca empreender com criptomoedas ou mesmo ingressar nas comunidades brasileiras, uma oportunidade de aprendizado surgiu nos últimos dias. A Binance, a maior maior...

Uganda desliga internet, comércio de bitcoins para de funcionar

Na véspera das eleições presidenciais, o governo da Uganda bloqueou, sem avisar, a Internet de toda população. Isso ocorreu depois de os ugandeses contornarem...