Em vídeo, colaboradores da Unick defendem empresa e criticam justiça e mídia

Reprodução

Colaboradores da Unick Forex divulgaram no final de semana um vídeo em que defendem a empresa, acusada pela Polícia Federal de funcionar em formato de “pirâmide financeira”.

No material, publicado nas redes sociais, eles afirmam que a Justiça foi responsável por bloquear os recursos da empresa e o banco de dados, obrigando a Unick a suspender as atividades.

“Isso (bloqueio da justiça) aconteceu quando anunciávamos novos produtos da marca Unick e quando acabavámos de abrir canais de negociações para ressarcimento de pedidos de cancelamento, sob a responsabilidade do maior escritório de advocacia da América Latina”, dizem.

Em outro trecho, criticam a atuação da mídia, que, segundo eles, tem publicado muitas histórias “sem nenhum fundamento”.

Tudo será resolvido e os fatos esclarecidos, dizem os colaboradores

Os colaboradores ainda defendem o marketing de rede, modelo de negócio em que a Unick Forex afirma se enquadrar. “É um modelo comercial desconhecido por grande parte da população. Ele está apenas engatinhando”.

Dizem ainda que, apesar de o momento ser de turbulência, dúvidas e questionamentos, é preciso ter serenidade. “Temos certeza que tudo será resolvido e os fatos esclarecidos”, afirmam.

Veja o vídeo divulgado pelo colaboradores da Unick Forex:

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Últimas notícias