“Energia Gasta por Mineração de Bitcoin iria para lixo”, de acordo com estudo

-

Siga no
Anúncio

Um novo estudo realizado pela Coinshares, uma empresa de pesquisa e estratégias de investimentos relacionadas ao mercado de criptomoedas, apontou que a energia gasta por mineração de Bitcoin iria para o lixo.

O estudo foi realizado por três analistas da empresa e foi lançado no último dia 26 de novembro, dizendo que na prática um dos maiores pontos de crítica à tecnologia Bitcoin estaria equívocado, de acordo com dados históricos analisados.

Um dos dados que haviam sido levantados sobre esta atividade, é que só a mineração de Bitcoin estaria consumindo mais energia do que 150 países juntos, isso alarmou o mundo visto que os tempos atuais são de cuidados com o meio ambiente e sustentabilidade nas operações.

Anúncio

A Coinshares levantou que os mineradores em geral estariam com prejuízo no momento de preços baixos pelo qual passa o mercado, porém a mineração de Bitcoin pode estar utilizando energia excedente que seria retirada da rede e consumida de outra forma.

Com isso, a energia que poderia ter sido aterrada ou até perdida (“ido para o lixo”), está sendo utilizada pelos mineradores de Bitcoin.

Outro fato de destaque no estudo é que se a demanda de mineradores continuar acontecendo, o investimento em pesquisa e desenvolvimento ligadas ao setor de energias renováveis será incentivado.

A China possui a maior parte da mineração de Bitcoin do mundo em seu território, principalmente devido a baixos custos de energia e baixas temperaturas que ajudam no resfriamento dos ASICS, e foi apontado no relatório que cerca de 77.6% estão utilizando energias renováveis no processo.

Conforme apontado pelo Livecoins recentemente, uma empresa Canadense afirmou em seu relatório de desempenho trimestral que estava a ter lucros com a atividade, mas que com as quedas nos preços os mesmos estariam diminuindo. A mesma também utiliza energias renováveis para minerar Bitcoin.

Para quem quiser conhecer mais detalhes do levantamento de dados realizado pela Coinshares deve acessar o seu site oficial, do qual há várias pesquisas disponíveis de forma gratuita e vários levantamentos .

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Corretora de Bitcoin e criptomoedas Binance

Site da Binance é banido na Rússia

Nesta última quinta-feira, 24, o site da Binance (maior corretora de criptomoedas do mundo) foi bloqueado e colocado na em uma lista negra da...
Iphone da Apple (Bitcoin)

Spotify, Epic Games e Tinder se unem contra Apple

Um grupo de empresas está se reunindo contra a App Store, pois sua política tem sido considerada injusta. Dessa forma, empresas como Spotify, Tinder...

Rússia propõe prisão e multa para quem não revelar transações com bitcoin

O Ministério das Finanças da Rússia ainda está em uma “guerra” contra o mercado de criptomoedas. Dessa vez, o Mistério da Rússia propôs uma...

Últimas notícias

Spotify, Epic Games e Tinder se unem contra Apple

Um grupo de empresas está se reunindo contra a App Store, pois sua política tem sido considerada injusta. Dessa forma, empresas como Spotify, Tinder...

Rússia propõe prisão e multa para quem não revelar transações com bitcoin

O Ministério das Finanças da Rússia ainda está em uma “guerra” contra o mercado de criptomoedas. Dessa vez, o Mistério da Rússia propôs uma...

Startup lança simulador gratuito de negociação em criptomoedas

A BitPreço, primeiro marketplace de criptomoedas da América Latina, acaba de lançar um simulador de negociações. O objetivo, ao criar a nova plataforma, é...