“Energia Gasta por Mineração de Bitcoin iria para lixo”, de acordo com estudo

Siga no

Um novo estudo realizado pela Coinshares, uma empresa de pesquisa e estratégias de investimentos relacionadas ao mercado de criptomoedas, apontou que a energia gasta por mineração de Bitcoin iria para o lixo.

O estudo foi realizado por três analistas da empresa e foi lançado no último dia 26 de novembro, dizendo que na prática um dos maiores pontos de crítica à tecnologia Bitcoin estaria equívocado, de acordo com dados históricos analisados.

Um dos dados que haviam sido levantados sobre esta atividade, é que só a mineração de Bitcoin estaria consumindo mais energia do que 150 países juntos, isso alarmou o mundo visto que os tempos atuais são de cuidados com o meio ambiente e sustentabilidade nas operações.

A Coinshares levantou que os mineradores em geral estariam com prejuízo no momento de preços baixos pelo qual passa o mercado, porém a mineração de Bitcoin pode estar utilizando energia excedente que seria retirada da rede e consumida de outra forma.

Com isso, a energia que poderia ter sido aterrada ou até perdida (“ido para o lixo”), está sendo utilizada pelos mineradores de Bitcoin.

Outro fato de destaque no estudo é que se a demanda de mineradores continuar acontecendo, o investimento em pesquisa e desenvolvimento ligadas ao setor de energias renováveis será incentivado.

A China possui a maior parte da mineração de Bitcoin do mundo em seu território, principalmente devido a baixos custos de energia e baixas temperaturas que ajudam no resfriamento dos ASICS, e foi apontado no relatório que cerca de 77.6% estão utilizando energias renováveis no processo.

Conforme apontado pelo Livecoins recentemente, uma empresa Canadense afirmou em seu relatório de desempenho trimestral que estava a ter lucros com a atividade, mas que com as quedas nos preços os mesmos estariam diminuindo. A mesma também utiliza energias renováveis para minerar Bitcoin.

Para quem quiser conhecer mais detalhes do levantamento de dados realizado pela Coinshares deve acessar o seu site oficial, do qual há várias pesquisas disponíveis de forma gratuita e vários levantamentos .

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Debate Descentralizado: stablecoins podem impactar outras criptomoedas

As stablecoins são possivelmente um dos pilares do mercado de criptomoedas atualmente. O USDT, por exemplo, é usado como medidor de demanda por investidores....
Trade na Uniswap baleia

Criador da Uniswap quer melhorar negociações de baleias Ethereum

Hayden Adams, o criador da Uniswap quer implementar uma melhoria para as negociações de baleias de Ethereum. Um estudo está sendo feito em conjunto...
US Marshals na vigilância do telhado bitcoin

Polícia americana contrata empresa para armazenar bitcoins apreendidos

A polícia dos Estados Unidos quer guardar os bitcoins apreendidos em operações e para isso, contratou uma empresa especializada, a Anchorage Digital. De acordo com...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias