Exchange de criptomoedas trava saques e pede calma: “Confie em nós”

Com mercado em queda, empresas começam a sentir os efeitos.

Mãos de um trabalhador colocando bitcoin em uma carteira vazia
Mãos de um trabalhador colocando bitcoin em uma carteira vazia

Uma exchange de criptomoedas que opera desde 2018 no mercado travou saques para clientes no último domingo (19). De acordo com comunicado da empresa, as retiradas só serão normalizadas após uma suposta auditoria.

A recomendação de quem conhece os fundamentos das moedas digitais é manter sempre essas em carteiras seguras. Além disso, é fundamental ter o controle da chave privada das moedas, que é o que define quem é o dono de verdade das criptomoedas.

Assim, manter fundos em corretoras é uma prática não aconselhada, embora necessária para quem faz negociações. De qualquer forma, com o mercado em baixa, a liquidez das plataformas pode estar enfrentando problemas.

Exchange de criptomoedas trava saques e diz que mercado sofre com liquidez

Mais uma corretora de criptomoedas tem problemas para processar saques para clientes no mercado, anunciando novas medidas que pegam os investidores de surpresa.

De acordo com a Hoo, em uma publicação feita em seu blog, o mercado atravessa uma seca de liquidez nas últimas semanas, com grandes instituições sendo liquidadas. Problemas recentes foram detectados na Celsius, o fundo 3ac, a empresa Babel, entre outras mais.

Assim, os pedidos de saques na Hoo começaram a aumentar segundo a corretora, que tem visto uma grande demanda por esses pedidos. Em nota, a plataforma declarou que a liquidez de sua carteira quente já foi afetada pelos saques em massa.

Dessa forma, a corretora afirmou que irá pausar seus saques para realizar uma auditoria, que deve demorar entre 24 e 72 horas, período necessário para avaliar os pedidos dos clientes.

“Para processar um grande número de solicitações de retirada de usuários e garantir a segurança e a precisão dos ativos de retirada, o tempo de auditoria de retirada pode ser adiado por 24 a 72 horas, após o qual a retirada será retomada em breve.”

A corretora ainda pediu calma aos clientes durante o período, visto que como foi fundada em 2018 já opera no mercado há alguns anos. Os principais mercados da plataforma são Bitcoin e Ethereum, principalmente no par USDT.

“Confie em nós”, diz fundador

Além da premissa de que manter as criptomoedas em corretoras não é nada seguro, outro lema da comunidade está sendo testado pela plataforma.

Isso porque, após pausar saques para clientes alegando problemas, a Hoo também pediu que seus clientes confiem neles. Outro lema do mercado, contudo, é o “não confie, verifique”, mostrando que pelo menos dois pontos fundamentais estão sendo testados pela plataforma.

Ao pedir confiança, o fundador da Hoo, “Rexy”, disse que nesta segunda-feira (20) talvez serão liberados os saques para alguns tokens.

“Por favor confie em nós e não se preocupe.”

Independente do mercado em baixa ou alta, o local mais seguro para as criptomoedas sempre será em carteiras, de preferência sem conexão com a internet.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias