Exchange do grupo Binance é multada por sonegar imposto

Multa milionária foi aplicada em corretora.

Empresário assustado lendo alguns documentos
Empresário assustado lendo alguns documentos

A WazirX, exchange indiana comprada pela Binance em 2019, foi multada por evasão fiscal pela Receita Federal da Índia nesta última sexta-feira (31), uma prática que é similar a sonegar imposto.

O documento aponta que o montante evadido é de 405.000.000 rúpias, equivalente a 30,3 milhões de reais.

Em nota, um porta-voz da exchange afirmou que a interpretação destes cálculos é ambígua, mesmo assim revelou que nunca houve a intenção de sonegar impostos.

Hoje a Índia está tentando definir regras sobre o setor das criptomoedas. Segundo um dos países mais populosos do mundo, é importante acompanhar as ações de seus governantes.

Binance multada por evasão fiscal

O documento da Receita Federal da Índia aponta a evasão fiscal de 405.000.000 de rupias (R$ 30,3 milhões) pela exchange WazirX, comprada pela Binance em 2019.

A nota também afirma que a agência recuperou 492.000.000 de rúpias, equivalente a R$ 36,8 milhões, após cobrança de juros e aplicação de multa à exchange.

A Receita Federal afirma que a exchange WazirX estava pagando impostos referente apenas as negociações com taxas pagas em rúpia, enquanto as taxas de negociações pagas em WRX, token nativo da plataforma, estavam sendo ignorados. Esse ponto foi um dos que despertou interesse da receita indiana.

Como esclarecimento, a corretora ainda tentou argumentar que o WRX funciona como o BNB na Binance, concedendo desconto nas taxas de negociação. É importante ressaltar que a maior parte das corretoras têm tokens próprios e programas de vantagens para clientes.

Assim, a Índia também está investigando outras exchanges, bem como outros setores de criptomoedas, para identificar fraudes fiscais. Isso inclui setores que trabalham com NFTs, DeFi e outros tipos de ativos digitais, também na mira das autoridades.

Índia na corda bamba com as criptomoedas

Ao lado da China e com uma população de 1,4 bilhão, a Índia está em uma guerra interna para definir quais atitudes tomará em relação às criptomoedas. Por enquanto ainda não está claro se seguirão um caminho semelhante ao dos EUA, mais brando, ou da China, de censura total ao setor.

Em declaração, um porta-voz da WazirX afirmou que há uma ambiguidade na interpretação dos cálculos apresentados pela Receita Federal indiana. Além disso, também afirmou que nunca houve intenção da corretora do grupo Binance em sonegar impostos, culpando a falta de clareza regulatória pelo imprevisto.

Já os usuários reclamaram da ação em redes sociais, defendendo a exchange e afirmando que as taxas cobradas pelo governo são gananciosas e impedem o empreendedorismo e a criação de empregos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias