Facebook não comprou Bitcoin, mas baleias compraram

Expectativa na comunidade de fãs do Bitcoin era que a gigante das redes sociais comprasse a moeda, mas realidade foi totalmente diferente do esperado.

Siga no
Pilha de logos do Facebook Bitcoin
Pilha de logos do Facebook

O Facebook anunciou seus resultados trimestrais na última quarta-feira (28), com grande expectativa da comunidade para saber se a empresa havia adicionado Bitcoin em seu  balanço.

Isso porque, alguns rumores indicavam que a gigante das redes sociais havia comprado o ativo digital. Vale o destaque que o Facebook detém importantes marcas, como Instagram, WhatsApp e Messenger.

O Facebook é a sexta maior empresa em valor de mercado no mundo. Ou seja, a expectativa entre os fãs do Bitcoin era grande, visto que essa poderia ser a maior empresa a comprar a criptomoeda.

Até então, a maior empresa a comprar Bitcoin foi a Tesla, que hoje é a sétima maior do mundo.

Facebook libera balanço de lucros no trimestre

Com US$ 936 bilhões em valor de mercado, o Facebook é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários em suas plataformas.

Ao liberar ao público os seus demonstrativos do último trimestre, o Facebook demonstrou que não comprou Bitcoin.

A rede social tem se aproximado das criptomoedas, com um projeto de lançar sua própria moeda. Chamada de Diem, inclusive, deverá ser lançada ainda em 2021.

O rumor da compra de Bitcoin pelo Facebook, amplamente divulgado entre membros da comunidade, acabou sendo falso.

Baleias aproveitaram últimas semanas para aumentar exposição

A Tesla já obteve um grande lucro com a sua compra de Bitcoin em 2021. Com o movimento iniciado pela MicroStrategy em 2020, mais empresas acabaram se mostrando interessadas na nova reserva de valor.

Após a compra de Bitcoin feita pela Tesla, o preço do Bitcoin explodiu nas corretoras, com vários investidores apostando no ativo. Ao analisar a agora abatida compra de Bitcoin pelo Facebook, muitos se esqueceram de analisar as últimas semanas das criptomoedas.

O volume de compra dos últimos dias, principalmente após 14 de abril, aumentou bastante em corretoras. De acordo com uma análise da Santiment, empresa de análise de dados em criptomoedas, as baleias acumularam 60 mil bitcoins nas últimas semanas.

Por baleias, entendem-se aqueles usuários com mais de mil bitcoins. Ou seja, ainda que o Facebook não tenha comprado Bitcoin, milionários seguiram comprando mais moedas no mercado.

O preço do Bitcoin caminha para fechar o mês de abril com queda de cerca de 8%. Caso se confirme, este mês pode se tornar o pior abril da moeda digital dos últimos 8 anos.

Por fim, o valor da moeda digital ainda está em alta de 82% em 2021, com mais empresas entrando no mercado e rumores alimentando esperanças dos investidores sobre quais serão as próximas a entrar no setor.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Primeiro ETF de Bitcoin na NYSE

Primeiro ETF de Bitcoin na NYSE inaugura com grande volume

O primeiro ETF de Bitcoin foi listado na NYSE nesta terça-feira (19), fazendo história como um dos 15 maiores já listados na bolsa norte-americana...
Símbolo da Binance em caldeirão pressão autoridades policias

Binance bloqueia conta de 20 clientes a pedido da polícia

A corretora Binance bloqueou pelo menos 20 clientes de acessar suas contas, a pedido da polícia para uma investigação internacional. O caso aconteceu na Colômbia...
Monte de Bitcoin observado por um touro ao fundo alta do preço cotação

Bitcoin dobrou de valor desde banimento na China

As preocupações econômicas do Bitcoin devido aos banimentos do Bitcoin na China, bem como a sua crise imobiliária, acabaram ficando para trás conforme o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias