Falsas corretoras de criptomoedas recebem alerta após golpes contra clientes

Em pelo menos cinco episódios, Departamento de Defesa ao Consumidor da Califórnia pede que população redobre cuidados com falsas promessas de rendimentos com criptomoedas.

O Departamento de Proteção Financeira e Inovação (DFPI), no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos, emitiu um alerta geral ao mercado. Isso porque, falsas corretoras de criptomoedas estão praticando golpes contra os clientes.

Os golpes não são totalmente novos no mercado, mas alguns casos recentes movimentaram os investigadores.

As vítimas, por outro lado, se queixam de perdas em seus investimentos com criptomoedas, enquanto tentam reaver algum valor.

“Negociar Ethereum no Meta Trader 5 com informações privilegiadas”

Em um alerta emitido ao mercado, o departamento californiano indicou que uma vítima conheceu o golpista por meio de redes sociais. Em conversas, ambas as partes mostraram interesse nos investimentos em criptomoedas.

Assim, um perfil no Instagram chamado ‘Alicia’ convidou a vítima a conhecer um grupo de sinais de seu tio, que era famoso por operar com informações privilegiadas. Todas as negociações envolveriam a criptomoeda Ethereum, no software de negociações do Meta Trader 5.

Para isso, era necessário que a vítima comprasse criptomoedas na corretora Crypto.com, depois enviando todo o valor para uma corretora chamada “UNISON FX LIMITED”. Os criminosos indicaram a ela que, após um investimento de US$ 230 mil, ela já havia lucrado mais de 430 mil dólares em poucos dias.

No entanto, ao tentar sacar, a vítima recebeu a informação que sua conta fora hackeada. Além disso, as pessoas que lhe apresentaram a negociação bloquearam seu perfil nas redes sociais. Para o DFPI, o golpe é velho, mas ainda deixa vítimas pela internet.

Via WhatsApp, outra vítima foi convencida a sacar da Binance US para um aplicativo de alta rentabilidade em DeFi

Outra queixa recebida pelo Departamento de Proteção Financeira e Inovação da Califórnia que chamou a atenção lesou a vítima em 130 mil dólares.

Ao conversar com o cliente por meio do WhatsApp, a suposta atendente do protocolo DeFi “eth-Wintermute.net” orientou a vítima a levar todas as suas criptomoedas para um ambiente de dividendos altamente lucrativos. Tais rendimentos poderiam cair na conta do cliente a cada seis horas, ou seja, chamou a atenção a prática de lucros altos e rápidos.

Para depositar, a vítima sacou os valores da Binance US, enviou para uma carteira MetaMask e, logo após, depositou tudo no falso DeFi. Para ganhar mais, a atendente pediu que o cliente “bloqueasse” o valor em stake por sete dias, que lhe daria mais rendimentos.

Ao tentar sacar, a plataforma exigiu mais um depósito de US$ 84 mil, quando a vítima caiu na realidade para o golpe praticado, perdendo todo seu dinheiro. O órgão de defesa dos EUA alertou que o golpe é mais um do tipo de esquema de taxa antecipada, já investigado pelo FBI há alguns anos.

Cuidado com depósitos de criptomoedas em falsas plataformas

Pelo menos outras três corretoras suspeitas surgiram nos vários relatórios divulgados pelo DFPI na última terça-feira (27). São elas as falsas plataformas “ZC Exchange”, “Voyanx” e, por fim, a “uniswap.llc”, sendo a última uma cópia da corretora descentralizada Uniswap.

Os casos, de qualquer forma, ilustram que as vítimas de golpes de falsas corretoras não confirmam a procedência dos negócios antes de depositar suas criptomoedas. Como transações em blockchain não permitem estorno, ao realizar o depósito, as moedas são perdidas para sempre.

Nos últimos meses, várias corretoras, inclusive algumas grandes e conhecidas, tiveram problemas.

Assim, o estado da Califórnia emitiu o alerta para que o público investidor de criptomoedas tenha cautela redobrada com ofertas de investimentos, desconfiando de plataformas desconhecidas e altas promessas de lucro.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias