Bitcoin cai 5% após crítica do Fed: “Não tem lastro em nada”

“É mais um ativo especulativo, que é essencialmente mais um substituto do ouro do que do dólar”, disse Powell.

Bitcoin
Bitcoin

Nesta terça-feira (23), o preço do Bitcoin está em queda de mais de 4%, sendo negociado abaixo de US $ 55 mil. A moeda começou a cair depois que o presidente do banco central americano emitiu alertas sobre as criptomoedas.

Anúncio

Jerome Powell, presidente do FED, disse que as criptomoedas, como o Bitcoin, não são lastreados em nada, são ativos especulativos que não podem ser reserva de valor, e portanto, não representam um ameaça ao dólar.

O presidente do banco central mais importante do mundo disse que as criptomoedas não “não são uma reserva de valor útil” devido à sua elevada volatilidade e são que meros “ativos especulativos” sem qualquer tipo de lastro.

“É mais um ativo especulativo, que é essencialmente mais um substituto do ouro do que do dólar”, disse Powell, no evento virtual organizado pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS) nesta segunda-feira (22).

“Criptoativos, não criptomoedas”

Powell aparentemente tem repúdio das criptomoedas, dizendo que não concorda em chama-las de moedas, mas sim, ativos.

“Preferimos chamá-las de ‘cripto-ativos’ e não ‘criptomoedas’. Elas são muito voláteis e, portanto, não são realmente úteis como reserva de valor, não são lastreadas em nada, são ativos de especulação e não um meio de pagamento”, disse ele.

O termo criptoativo passou a ser usado em meados de 2017 como uma forma de os reguladores não endossarem as criptomoedas como moeda.

Então é comum ver reguladores e novatos no mercado usando o termo criptoativo, enquanto os veteranos e aquelas que não abaixam a cabeça para reguladores usando o termo criptomoeda.

Powell também discutiu stablecoins, dizendo acreditar que elas são melhores do que as criptomoedas regulares. “Na medida em que uma moeda estável é apoiada por moedas soberanas de países líderes, isso certamente é uma melhoria em relação aos ativos criptográficos, eu diria”, acrescentou Powell.

Dólar digital

O banco central dos EUA está trabalhando com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts em um esforço de vários anos para construir uma moeda digital nacional, mas, segundo Powell, o país não tem pressa.

“Como somos a principal moeda de reserva do mundo, não precisamos apressar esse projeto e não precisamos ser os primeiros no mercado. Um dólar CBDC teria implicações potencialmente grandes aqui e ao redor do mundo, e nós teremos certeza de pensar cuidadosamente sobre tudo isso e nos envolver amplamente com o público ao redor do mundo, em particular aqui nos Estados Unidos antes mesmo de abordarmos um decisão”, disse Powell.

“Somos uma espécie de fornecedores de estabilidade – estabilidade macroeconômica, estabilidade de preços, estabilidade financeira”, disse. “Temos um sistema de dois níveis: a interface dos bancos centrais com os bancos, a interface dos bancos com o público. E não queremos desestabilizar isso.”

Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Repressão global às criptomoedas pode estar chegando, alerta CEO da Kraken

Recentemente o Bitcoin e várias outras criptomoedas tiveram uma alta surpreendente, com muitas alcançando novas máximas históricas (como é o caso do Bitcoin e...

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...