Fingindo ser dono de McDonald’s e investidor de bitcoin, golpista rouba R$ 8 milhões

O episódio lembra bastante o caso do Golpista do Tinder. No início deste ano, Simon Leviev ficou famoso após a Netflix lançar um documentário sobre seus golpes em suas ex-namoradas.

Durante seis anos, entre abril de 2014 e abril de 2020, Ze’Shawn Stanley Campbell enganou pelo menos dez vítimas que acreditaram que estavam em um caso amoroso com ele. Afinal, nenhuma delas sabia que o americano de 35 anos era um farsante.

Para roubar as vítimas, Campbell contava diversas mentiras. Como exemplo, afirmava que possuía franquias do McDonald’s, uma rede de academias e que era um grande investidor de Bitcoin e de imóveis.

Entretanto, autoridades federais dos EUA prenderam Campbell em 10 de março de 2021, dando fim a seu único trabalho — de golpista. Já nesta segunda-feira (17), o americano declarou-se culpado, admitindo ter causado perdas entre US$ 250.000 a US$ 1,5 milhão (R$ 1,3 a 8 milhões) às vítimas.

Golpista afirmava que dinheiro seria usado para investir em Bitcoin, mas gastava tudo em carros de luxo

Segundo nota do Departamento de Justiça dos EUA (DoJ), Ze’Shawn Stanley Campbell recebeu US$ 61.452 dólar de uma de suas vítimas após a mesma acreditar que estava vivendo um romance com o mesmo.

Como desculpa, o criminoso afirmou que o dinheiro seria usado para investir em Bitcoin, mas acabou gastando tudo. Além de alugar carros de luxo, como uma BMW e uma Mercedes-Benz no nome de outras vítimas, o americano também torrou tudo em outros bens.

Ainda explicando como Campbell lubridiou 10 pessoas, o DoJ aponta que o americano de 35 anos contava diversas mentiras sobre suas profissões e negócios.

Como exemplo, o golpista chegou a afirmar que possuía franquias do McDonalds, uma rede de academias, uma empresa de segurança e que era um investidor de sucesso não apenas no ramo imobiliário como também em Bitcoin.

Por fim, também alegava que havia servido nas guerras do Iraque e do Afeganistão, já que militares são bem respeitados nos EUA.

Além das 10 vítimas, Campbell também causou prejuízo a nove empresas, provavelmente das mesmas mulheres. No total, Campbell admitiu que causou perdas entre US$ 250.000 a US$ 1,5 milhão (R$ 1,3 a 8 milhões).

Com julgamento marcado para janeiro do próximo ano, sua pena pode chegar a 30 anos de prisão.

Golpistas amorosos

O episódio acima lembra bastante o caso do Golpista do Tinder. No início deste ano, Simon Leviev ficou famoso após a Netflix lançar um documentário sobre seus golpes em suas ex-namoradas.

Entretanto, Leviev afirmou que sua atual fortuna havia sido construída por ter comprado Bitcoin em 2011, quando o preço da criptomoeda mais famosa do mercado ainda estava na casa das dezenas de dólares, e não por golpes.

Por fim, este é mais um lembrete que é necessário tomar cuidado com novas pessoas que entram em nossas vidas. Afinal, não é difícil deixar-se enganar quando se está apaixonado.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias