Fintech brasileira lança empréstimos para empresas com blockchain e DeFi

Fintech utilizando tecnologias das criptomoedas para inovar.

Mulher em empresa olhando para computador com DeFi
Mulher em empresa olhando para computador com DeFi

A fintech brasileira a55 está lançando empréstimos para empresas com a tecnologia blockchain e suporte a DeFi. Desde 2021, a empresa tem buscado expandir seus serviços para o México também, sendo uma empresa que cresce de olho na América Latina.

As fintechs são algumas das empresas que estão de olho nas inovações financeiras digitais. Dessa forma, ignorar as vantagens e inovações das criptomoedas não é mais uma realidade dentre essas empresas.

Em 2021, por exemplo, a Endeavor Brasil procurou fintechs de criptomoedas para aceleração de seus negócios, mostrando o alto interesse de empreendedores nesse setor.

Fintech a55 lança empréstimos para empresas com blockchain e DeFi

A a55 é uma fintech que viabiliza crédito para empresas que precisam de uma fonte extra de recursos e que tenham uma receita previsível. Sua plataforma conecta contas bancárias, dados de faturamentos, meios de pagamentos e inteligência de dados da internet.

Desse modo, mais de R$ 400 milhões já foram emprestados para empresas do Brasil e México. E em busca de crescimento, a a55 fechou em fevereiro de 2022 uma operação para permitir um financiamento baseado em blockchain, através de um protocolo DeFi.

Esse novo modelo de financiamento utiliza as criptomoedas estáveis USDC/BRZ, que ajudarão a fintech a expandir seus serviços de financiamento para pequenas e médias empresas do Brasil e México.

Segundo Hugo Mathecowitsch, CEO da a55, a história do mercado de capitais da América Latina está sendo construída e, com suporte da tecnologia blockchain, o futuro pode ser brilhante.

“Estamos escrevendo a história do mercado de capitais na América Latina com a primeira transação nesse modelo no Brasil. Essa operação abre caminho para um futuro brilhante, no qual dados alternativos se tornarão um colateral confiável por meio do blockchain para gerar liquidez globalmente e financiar o crescimento de empresas em todo o mundo. Mal podemos esperar para reiterar essa transação no México e em outros lugares”.

Ajuda de fintech da Bélgica

Para criar a nova tecnologia de crédito, a infraestrutura chamada DeFi-TradFi e a securitização alternativa para a região da América Latina contaram com a ajuda da empresa Credix, da Bélgica.

Esse protocolo de crédito é alimentado pela tecnologia da blockchain Solana. Para o CEO da fintech belga de criptomoedas, essa é a revolução dos mercados globais de crédito.

A Movile liderou um aporte financeiro recente na a55, que captou US$ 16,3 milhões em janeiro. Com isso, foi possível financiar suas operações de crédito de TradFi no Brasil, Europa e México.

O diretor de mercado de capitais da a55, Gabriel Zamora, diz que integrar stablecoins e DeFi a fintech permite complementar os serviços centralizados.

“Integrar stablecoins e protocolos de liquidez em nossa estratégia de captação é um caminho importante para complementar estruturas centralizadas, escolhendo o melhor dos dois mundos e conectando soluções DeFi aos mercados de capitais tradicionais”.

Com a expansão internacional da a55, os pools de liquidez baseados em DeFi deverão se tornar uma importante fonte de financiamento para a empresa, situação que tornaria a dívida híbrida “cripto-TradFi” o novo normal para sua operação.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias