Fluxos das corretoras sugerem nova alta das criptomoedas, diz Bank of America

O Bitcoin, por exemplo, registrou US$ 508 milhões em saídas de exchanges no mês passado. Nesse mesmo período, a moeda registrou um aumento de 19%, saltando de US$ 19.300 em 2 de julho para US$ 23.160 no começo de agosto.

Com a recuperação do Bitcoin nas últimas semanas muitos começaram a sentir a positividade em relação ao setor, com até mesmo grandes nomes financeiros vendo sinais de um movimento de alta no criptomercado.

Recentemente o Bank of America, um dos mais importantes bancos dos EUA, disse que o aumento nas saídas de criptomoedas das exchanges e um aumento nas entradas líquidas de stablecoin sinalizam um momento “altista” do mercado.

O banco concluiu que uma recente alta no fluxo de saída de dinheiro de corretoras e um aumento na entrada de dinheiro em stablecoins indicam que o mercado está ganhando uma tendência de valorização. O banco chegou até mesmo a afirmar que a “diminuição da pressão de venda” se tornou agora um “momento de compra.”

Essa recente mudança de sentimento pode ser “confirmada” pelo aumento de 11% no mercado de ativos digitais entre 29 de junho e 26 de julho, apesar de registrar uma tendência de queda de 56% no acumulado do ano.

A queda parece mais acentuada porque ela aconteceu logo após um recorde, mas não deixe isso desanimar o sentimento positivista, o Bitcoin e partes do criptomercado estão em um bom momento.

O banco aponta que, além dos investidores estarem demonstrando novamente interesse nos ativos de riscos, os hodlers continuam fazendo o que fazem de melhor e estão com maos firmes.

“Os investidores estão se afastando das ‘beiras’ à medida que os ativos de risco se recuperam. A oferta apertada e as saídas líquidas contínuas das corretoras indicam que os investidores continuam a hodlar.”, diz um relatório divulgado pelo Bank of America.

O Bitcoin, por exemplo, registrou US$ 508 milhões em saídas de exchanges no mês passado. Nesse mesmo período, a moeda registrou um aumento de 19%, saltando de US$ 19.300 em 2 de julho para US$ 23.160 no começo de agosto.

A saída de bitcoins e criptomoedas de corretores é um sinal positivo porque indica uma diminuição na “vontade” de vender de muitos investidores varejistas, eles estão retirando ou comprando bitcoins dessas exchanges para guardar em suas carteiras.

De forma geral no histórico da moeda essas movimentações sinalizam uma reversão da pressão de venda e um sentimento de “guardar” para a alta.

Essas movimentações estão sendo vistas também no Ethereum que nas últimas semanas teve um aumento próximo dos 50%.

Por enquanto tudo está meio “lateral”. O mercado parece ter evoluído nos últimos anos e balanços repentinos não são mais tão comuns. Com isso, é importante ficar de olho o que a criptomoeda fará no médio e longo prazo e qual será seu ganho acumulado.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias