Forbes: corretoras estão manipulando negociações com Bitcoin para inflar preço

-

Siga no
Anúncio

De acordo com um artigo recente publicado pela Forbes, muitas corretoras de criptomoedas indexadas pelo CoinMarketCap estão falsificando seus dados para impulsionar o preço do bitcoin. 

Essas corretoras de criptomoedas falsificam seus volumes de negociação a fim de atrair mais investidores e traders para se cadastrarem às suas plataformas, e isso, de acordo com a Forbes, é uma das razões para o aumento recente do preço do bitcoin.

Vale saber que a manipulação de volume é uma pratica – infelizmente – comum na indústria de criptomoedas que ainda não é regulada, há muito tempo os volumes em algumas corretoras são claramente falsos.

Exchanges com volumes falsos

Anúncio

De acordo com Gavin Brown, analista do centro de pesquisa de economia da Universidade Metropolitana de Manchester, as corretoras de criptomoedas ganham / atraem muitos usuários ou clientes ao falsificar seus volumes, pois investidores são atraídos pela maior liquidez.

Esta é a mesma teoria que se aplica aos mercados de ações tradicionais, no entanto, os regulamentos em tais mercados são muito rigorosos e é um tanto impossível fornecer tais dados falsos ou mesmo se alguém tentar fazê-lo, a punição aplicada é bastante dura.

Como as corretoras falsificam volumes?

De acordo com Gavin Brown, volumes falsificados ou negociações de lavagem são realizados por exchanges usando bots ou algoritmos de negociação. As empresas montam um bot para adicionar diferentes camadas às estruturas de negociação e, portanto, elas mesmas não estão envolvidas em tais negociações.

Gavin também acrescentou que, se compararmos os dados das criptomoedas que estão sendo realmente negociadas nas corretoras com os dados que elas fornecem, os volumes reais seriam apenas uma pequena porção dos volumes mostrados.

Os bots de negociação definem um grande número de ordens de compra na carteira de pedidos devido à qual muitos outros traders (reais) são atraídos. No entanto, no último minuto, os bots retiram essas ordens.

Além disso, de acordo com uma pesquisa da CryptoFundResearch, bots ou algoritmos de negociação também realizam negociações reais.

No final do artigo, o autor explica que o recente aumento no preço do bitcoin foi causado por tais robôs de negociação. Landsberg Sadie, CEO do Grupo BCP, disse que um único pedido para comprar 20.000 Bitcoins foi colocado por um comprador anônimo que usava bots de negociação ou algoritmos em três corretoras de criptomoedas.

Ele também menciona que os volumes sincronizados nas três corretoras chegaram a cerca de 7000 BTC em uma hora (no momento em que o bitcoin subiu).

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

CEO da MicroStrategy: “podemos despejar R$ 1.3 bi em Bitcoin no mercado a qualquer...

Após comprar de R$ 1.3 bilhão em bitcoin como reserva de valor, a MicroStrategy se tornou um nome importante para os defensores da moeda...
Prédio da PGR - Ministério Público Federal do Brasil (MPF) investigando

MPF está investigando ataque hacker em seus servidores

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando um suposto ataque hacker em seus servidores. De acordo com um portal de notícias, dados do órgão...

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...

Últimas notícias

MPF está investigando ataque hacker em seus servidores

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando um suposto ataque hacker em seus servidores. De acordo com um portal de notícias, dados do órgão...

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...

Pioneira, gestora carioca lança primeiro ETF de criptomoedas do mundo

A gestora Hashdex, sediada no Rio de Janeiro (RJ), informou nesta semana que recebeu aprovação para lançar o primeiro ETF (sigla para fundo negociado...