Mercado Livre, Microsoft, Telegram e outras gigantes usarão serviço da polêmica Worldcoin (WLD)

A Worldcoin (WLD) causou bastante polêmica em sua estreia, recebendo críticas de nomes como Edward Snowden por escanear os olhos das pessoas em troca de criptomoedas. No entanto, algumas gigantes como Telegram, Reddit, Microsoft e Mercado Livre já estão prontas para usar esses serviços.

Em comunicado realizado na manhã desta quarta-feira (13), a Worldcoin anunciou a chegada do World ID 2.0, uma espécie de identidade mundial para ser usada na internet.

“O World ID permite que você prove que é um ser humano único na internet, mantendo sua identidade privada. Ele foi projetado para fornecer controle total e foi desenvolvido como um protocolo aberto que deve pertencer a todas as pessoas.”

Criado por Sam Altman, CEO da OpenAI (responsável pelo ChatGPT), a Worldcoin seria uma resposta preventiva a chegada das inteligências artificiais (IAs). Ou seja, uma forma de distinguir humanos e IAs na internet conforme essa tecnologia deve estar cada vez mais presente em nossas vidas.

World ID, da Worldcoin, já funciona em aplicativos como Reddit, Discord e Telegram

Segundo dados da própria Worldcoin, mais de 2,6 milhões de pessoas já tiveram suas retinas escaneadas por seus controversos orbes. Em troca, essas cobaias receberam algumas Worldcoins (WLD) em sua carteira, mas agora também já podem aproveitar os serviços de identidade do World ID.

“O World ID 2.0 apresentará os aplicativos, uma nova maneira de criar e usar integrações para verificar suas contas online usando o World ID. Você pode explorar os aplicativos disponíveis na nova Worldcoin App Store, incluindo os novos desenvolvidos para Reddit, Discord, Shopify, Minecraft [da Microsoft] e Telegram.”

Além dos nomes mencionados acima, também é possível encontrar outras marcas famosas na loja, como é o caso do Shopify e do Mercado Livre (que ainda não está disponível). Ou seja, é possível que o serviço de identidade se torne uma tendência global caso tenha êxito nesses primeiros testes.

Alguns aplicativos que já funcionam com o World ID da Worldcoin. Fonte: Reprodução.
Alguns aplicativos que já funcionam com o World ID da Worldcoin. Fonte: Reprodução.

Em relação à primeira versão do World ID, os desenvolvedores afirmam que a versão 2.0 ficou até 24 vezes mais rápida. Embora os mais paranoicos ainda acreditem que essa seja uma ferramenta perigosa para a privacidade, outros apontam que ela pode servir para acabar com bots em redes sociais.

Criptomoeda Worldcoin (WLD) valoriza apenas 4% com a novidade

Com um valor de mercado de US$ 1,5 bilhão, hoje a Worldcoin (WLD) não está nem mesmo entre as 100 maiores criptomoedas do setor. A notícia de hoje também não animou muito o mercado.

No momento desta redação, a WLD está cotada a US$ 12,35, apresentando alta diária de 4%. O motivo do baixo entusiasmo pode estar ligada a falta de uma menção a WLD no anúncio do World ID. Ou seja, não há informações de que as empresas precisarão gastar a criptomoeda para usarem o serviço, o que criaria uma demanda por ela.

Worldcoin (WLD) tem alta de 4% após anúncio do World ID 2.0. CoinMarketCap.
Worldcoin (WLD) tem alta de 4% após anúncio do World ID 2.0. CoinMarketCap.

De qualquer forma, o projeto é inovador e único, podendo ser uma boa aposta para aqueles que acreditam que a internet oferecerá ainda menos privacidade para seus usuários no futuro.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias