Glenn Greenwald defende Bitcoin como mecanismo de combate à censura

Jornalista falou sobre liberdade de expressão.

Siga no
Aplicativo com Bitcoin em frente a placa de proibido
Aplicativo com Bitcoin em frente a placa de proibido

O jornalista Glenn Greenwald defendeu que a esquerda deve aprender mais sobre o Bitcoin, em participação no programa Flow Podcast, ao lado de seu marido e deputado federal David Miranda.

Glenn é famoso por fazer parte do quadro do site The Intercept, onde já trabalhou na cobertura de várias investigações em suas carreiras. Uma delas é relacionada a Edward Snowden, ex-agente da NSA que revelou que os Estados Unidos praticavam vigilância em massa em seus cidadães e governos de outros países.

A carreira de Greenwald também é pautada pela defesa à liberdade de expressão, pauta que voltou a ser debate em conversa com Monark e Igor 3k.

Jornalista Glenn Greenwald defende Bitcoin como mecanismo de combate à censura

Em um debate sobre quem será o possível candidato eleito em 2022 no Brasil para o cargo de presidente, Glenn Greenwald defendeu que a chamada “terceira via” seja Ciro Gomes, político que poderia fazer frente ao Bolsonaro e Lula em uma eventual disputa.

Neste momento, o apresentador Monark disse que não acreditava mais na política sistêmica, centralizadora, e que tecnologias como o Bitcoin seriam um caminho mais interessante de governança a se adotar. Ele lembrou que a moeda é descentralizada e incensurável.

Assim, Glenn Greenwald defendeu o Bitcoin como um mecanismo de destruição da capacidade de centralizar poder, liberando os indivíduos. Segundo ele, a “esquerda precisa começar a entender o potencial do Bitcoin”.

Ele lembra que desde quando trabalhou com Snowden, sobre privacidade e criptografia, tudo estava chegando a realidade do Bitcoin, que deve evitar censura até em redes sociais como Twitter e Facebook e poder centralizado.

“É uma tecnologia muito revolucionária”.

Deputado David Miranda não acredita que blockchain é uma solução imediata aos problemas do Brasil

Tanto Glenn quanto David Miranda são defensores da liberdade de expressão e da democracia. Mas uma pergunta inusitada foi feita aos dois, questionando eles sobre qual sua opinião sobre a volta da monarquia.

Vale lembrar que no último dia 15 de novembro foi comemorado no Brasil a Proclamação da República, mas muitos brasileiros foram às ruas pedir a volta de um regime monárquico no país, onde se tem a figura de um rei como poder central.

Segundo David Miranda, é um absurdo ainda discurtir sobre o assunto, visto que na democracia o poder pertence ao povo e é muito mais justo que assim o seja. O apresentador do Flow Monark também criticou os pensamentos de monarquia e lembrou que soluções como a blockchain poderiam dar mais força para que a democracia.

Contudo, para o Deputado David Miranda (PSOL-RJ), o país precisa focar em combater a fome e dar ferramentas como mais plebiscitos para a população começar a fazer parte da vida política.

Em sua visão, uma eventual ativação da blockchain por meio de aplicativos em celulares para garantirem a democracia, com a atual desigualdade social, tornaria o sistema melhor apenas para quem tem o acesso à internet e celulares, ou seja, os mais ricos.

O debate sobre liberdade de expressão e Bitcoin chamou atenção de parte da esquerda brasileira, que criticou a ida de Gleen e David ao Flow Podcast. Em uma publicação pelo Twitter, o jornalista lembrou que não irá discutir apenas com é da “esquerda perfeita”, mas toda sociedade.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

CEO da Binance se torna o chinês mais rico do mundo, diz site

Changpeng “CZ” Zhao, o famoso CEO da Binance, é um nome muito importante dentro do criptomercado e até mesmo na economia como um todo....
Criptomoeda do Facebook Diem e Libra

Facebook não vai mais proibir propagandas de criptomoedas

Desde o final da alta das criptomoedas em 2017 o Facebook e outras redes sociais limitaram ou até proibiram propagandas e conteúdo patrocinado sobre...

Homem é abordado na rua e obrigado a transferir bitcoins para assaltantes

Os crimes no criptomercado podem acontecer de diferentes maneiras, desde os roubos realizados em golpes digitais até mesmo roubos físicos. A polícia de São...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias