gomoney stable coin

A fintech GoMoney, anunciou a primeira “stable coin” do Brasil, a GoMoney Criptocoin (GMC), uma criptomoeda própria e baseada no dólar. A equivalência em dólar tem como premissa manter a cotação da GMC tangível e fácil de ser convertida em outras moedas.

“Stable coin” ou, moeda estável na tradução livre, é um termo usado para descrever criptomoedas destinadas a manter valores estáveis. Por exemplo, o Tether (USDT) é um ativo baseado em blockchain destinado a ser negociado sempre a US $ 1 (Um dólar). É uma “criptomoeda com preço estável”.

Cada moeda estável tem seu próprio mecanismo para garantir sua estabilidade de preço, mas todas elas geralmente funcionam da mesma maneira: Possuem algum tipo de garantia para administrar a oferta da criptomoeda para garantir que o mercado negocie a moeda por não mais ou menos que US$ 1.

Alguns exemplos conhecidos como o Tether ou TrueUSD usam o conceito de manter dólares reais em reservas que sejam resgatáveis ​​pelos tokens.

Maurício Pires, CEO da GoMoney, possui experiência no mercado de TI há mais de 10 anos, e o cargo de CFO está sob responsabilidade de Osman Velazquez Jr., que atua no mercado financeiro há 18 anos.

A GoMoney já atual no mercado Fintech com o aplicativo GoMoney que é “destinado principalmente a viajantes que querem negociar seu próprio valor ao trocar dinheiro, sem burocracia e com economia.” De acordo com um artigo publicado no StartSe, o aplicativo é uma alternativa para quem quer ir para o exterior e precisa trocar moedas de forma independente e econômica.

Maurício Pires, explica que “é possível saber exatamente quanto custa uma GMC a partir da cotação do dólar. Nossos usuários, portanto, poderão utilizar a moeda para fazer compras ou realizar outras transações comerciais com toda segurança e menor risco de volatilidade”, O CEO da plataforma afirma que o público é aquele que planeja utilizar uma criptomoeda como uma moeda digital, segura e sem fronteiras.

Como funciona – A fintech criou uma plataforma na qual o usuário, após ter seu cadastro aprovado pela área de compliance, poderá adquirir as GMCs através de transferência bancária. Uma vez feita a aquisição, é possível usar as criptomoedas para pagar por serviços em mercado nacional ou no exterior. Caso opte por vender a GMC, basta solicitar o resgate em qualquer moeda e o valor será creditado na conta bancária do vendedor, em qualquer lugar do mundo.  

De acordo com a empresa, a GoMoney Criptocoin (GMC) foi desenvolvida baseada no blockchain, tecnologia que utiliza descentralização de dados como medida de segurança. 

O GMC pode ser negociado e utilizado para transações dentro da plataforma própria do GoMoney: https://www.gomoneycoin.me/ A moeda ainda não pode ser negociada em outras corretoras.

O valor do GMC é equivalente ao Dólar Americano, e pode ser convertida em qualquer moeda fiduciária conforme o mercado de câmbio.

A mecânica exata por trás de cada moeda estável pode ser um pouco complexa, mas a essência é simples: “uma moeda destinada a ter um valor estável”.

A razão pela qual existe necessidade de uma moeda estável é simples de entender também: No mundo das criptomoedas, nem sempre é fácil enviar dólares pelo mundo devido a regulamentações e restrições.

Assim, para pessoas que não negociam ou não podem enviar dólares, ter um substituto ao dólar ajuda, com uma criptomoeda utilizando blockchain as coisas ficam ainda mais fáceis devido a velocidade de transação e taxas baixas.

Um substituto ao dólar como a Gomoney permite enviar a moeda para outra pessoa em qualquer lugar do mundo e a mesma pessoa poderá sacar o valor na moeda fiduciária que preferir, diretamente em uma conta bancária cadastrada no sistema.

Para conhecer mais sobre o projeto, acesse o site oficial: https://www.gomoneycoin.me/

Entrevista com os fundadores no Portal Dinherama.