Guerra à mineração de bitcoin, polícia de Kosovo apreende centenas de máquinas

Conforme muitos países não estão preparados para uma maior demanda de energia, isso faz com que eles corram riscos de falta de abastecimento, o que pode gerar apagões.

Siga no
Placas de vídeo minerando criptomoedas
Placas de vídeo minerando criptomoedas

Após a proibição da atividade de mineração em seu país devido à crise energética, as autoridades de Kosovo estão confiscando equipamentos como placas de vídeo para minerar Ethereum (ETH) e ASICs, usadas para minerar Bitcoin (BTC).

A tentativa de proibição começou na última terça-feira (4) e as apreensões tiveram início pouco dias depois. A primeira delas foi relatada nesta quinta-feira (6), seguida por outras duas no sábado (8).

Kosovo não é o primeiro país que enfrenta problemas relacionados à mineração. A própria China usou a desculpa do gasto energético para expulsar mineradores de suas terras, alguns deles provavelmente continuaram a enfrentar o mesmo problema em outras regiões como Cazaquistão.

Equipamentos de mineração apreendidos

A primeira apreensão foi realizada na sexta-feira (6) em uma residência na cidade de Mitrovica Sul em Kosovo. No total, 67 placas de vídeo (GPUs) foram apreendidas, alegadamente usadas para mineração de criptomoedas como Ethereum (ETH).

67 placas de vídeo apreendidas em Kosovo. Fonte: Reprodução

As outras duas apreensões ocorreram no sábado (8), a primeira delas, em Pristina, também continha apenas placas de vídeo. A polícia afirmou que confiscou 39 GPUs, sendo que 35 delas estavam em funcionamento na hora da batida policial.

39 placas de vídeo apreendidas em Kosovo. Fonte: Reprodução

Já a segunda apreensão do sábado teve foco em uma produção mais industrial. No total, 272 equipamentos de mineração de Bitcoin (BTC) foram apreendidos em um galpão em Mitrovica. Todos eram da marca Bitmain, com diferentes séries dos modelos Antminer S9.

Atividade preocupa países

Conforme muitos países não estão preparados para uma maior demanda de energia, isso faz com que eles corram riscos de falta de abastecimento, o que pode gerar apagões.

Como exemplo temos o Cazaquistão, um dos países que mais recebeu mineradores após o banimento da China. Devido ao grande número de empreendedores, o país chegou a enfrentar uma crise energética em outubro.

O mesmo ocorre em outros locais onde a energia é barata. A Islândia precisou barrar a entrada de novos mineradores de Bitcoin em dezembro do ano passado para não enfrentar problemas maiores depois.

Com isso, países que estão mais preparados podem estar na frente desta disputa. Além dos impostos, a atividade também gera emprego nas regiões, bem como faz a economia girar.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.

Entenda o que é Smart Contract, a tecnologia que veio pra ficar!

Os produtos e serviços tradicionais estão sofrendo fortes mudanças decorrentes da transformação digital, criando instrumentos inteligentes para as empresas e nosso cotidiano. Carros autônomos, robôs...
Pedro Cerize, gestor de fundos brasileiro e sócio da Skopos

Gestor de fundos brasileiro critica CFA por incluir criptoativos em prova

Um famoso gestor de fundos brasileiro criticou a instituição responsável pela certificação Chartered Financial Analyst (CFA) por incluir criptoativos na prova. Como uma prova...
Símbolo do Bitcoin próximo do McDonalds

Queda do Bitcoin faz presidente de El Salvador postar foto como funcionário do McDonald’s,...

A queda do Bitcoin nos últimos dias afetou duramente o mercado, levando o presidente de El Salvador a postar uma foto usando "uniforme" do...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias