Cazaquistão sofre crise de energia devido à mineração de Bitcoin

Devido a proibição da atividade de mineração na China, o segundo país que recebeu mais mineradores foi o Cazaquistão, ficando atrás apenas dos EUA, todavia o país está sofrendo uma crise energética, ampliada pelo consumo da mineração de Bitcoin.

O ministro da energia do Cazaquistão está propondo que a indústria de mineração seja limitada a um consumo máximo de 100 megawatts (MW) para prevenir que suas cidades fiquem sem energia.

A rápida migração de mineradoras chinesas é o principal motivo da crise, afinal o país não estava preparado para recebê-los. Apesar disso, algumas cidades já enfrentavam problemas há anos. Outro país que também está precisando lidar com a migração das fazendas de mineração são os EUA, atualmente abrigando a maior quantidade de hashrate.

Apagões

Conforme relatado pela Reuters, o Cazaquistão entrou em uma crise de energia após três de suas maiores geradoras alimentadas por carvão sofrerem interrupções. Segundo um operador, isso está sendo causado pelo alto consumo da rede.

“Essas interrupções emergenciais da usina de energia levarão a desvios de energia inaceitáveis na fronteira com o sistema de energia da Rússia, sobrecarregando as linhas de transmissão interestaduais e criando um risco de mau funcionamento sistêmico”

Com isso, o ministro da energia do Cazaquistão está planejando limitar o consumo de energia para a indústria de mineração para um valor total de 100 megawatts (MW) para evitar que a população e outros setores da indústria fiquem sem energia.

Migração de hashrate

Uma das principais causas da mineração estar causando problemas ao país é o fato de que eles não estavam preparados para tal situação. O banimento da China fez com que a atividade crescesse 13 vezes em relação há setembro de 2019, onde contava com apenas 1,4% do hashrate mundial.

Hoje, o Cazaquistão já é o segundo maior produtor de Bitcoin do mundo, com mais de 18% do hashrate total, ficando atrás apenas dos EUA que também está precisando melhorar o planejamento de sua geração e transmissão de energia.

Segundo políticos americanos, a mineração é ótima para o país, pois eles a infraestrutura energética a ser criada ficará ali para sempre, mesmo que os mineradores movam-se ou desliguem seus equipamentos por algum motivo.

Apesar da mineração estar consumindo muita energia, o Cazaquistão já apresentava problemas antes disso, tanto em 2015 quanto em 2019 a maior cidade do país, Almaty, já havia passado por apagões.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias