Halving e coronavírus podem ter efeito devastador no Bitcoin

-

Siga no
Anúncio

A atual pandemia do COVID-19 está causando um impacto preocupante na economia de diversos países, no entanto, ele também está preocupando muito o criptomercado e os seus investidores.

Com o halving se aproximando e a pandemia ainda afetando os mercados, analistas acreditam que o preço do Bitcoin pode sofrer no futuro próximo.

O preço do Bitcoin, principalmente durante o período do halving é muito especulado por causa de acontecimentos históricos. E de acordo com os eventos passados, o preço teve sempre uma alta.

Anúncio

No entanto, essa será a primeira vez que teremos a diminuição da recompensa de mineração em meio a uma crise global.

Alguns especialistas acreditam que o halving durante a pandemia causará uma guerra entre os mineradores e que isso poderá ter um efeito devastador no preço da criptomoeda.

Recentemente o Bitcoin perdeu a alta que ele mantinha desde o começo do ano, quando entrou 2020 com uma excelente movimentação, alcançando valores acima dos US$10.000, mas logo despencou para a casa dos US$4 mil e desde então tem brigado para aumentar o seu valor.

Toda essa recente movimentação já diminuiu a expectativa que muitos investidores tinham com o halving.

Bitcoin pode cair abaixo de 2 mil dólares

Em uma thread no Twitter, alguns especularam que o halving em meio a pandemia é uma ótima oportunidade para que mineradoras possam retirar os competidores do mercado.

De acordo com alguns, o Bitcoin pode cair para valores entre US$2.000 e US$2.200. Essa faixa de preço está consideravelmente abaixo do custo de operação até mesmo das mineradoras chinesas.

Porém, algumas mineradoras estão mais preocupadas com o monopólio do que com o status da blockchain em si. Com isso, algumas podem aproveitar a possível crise durante o halving para tirar os adversários de jogo.

“Na minha opinião, alguns mineradores querem o monopólio absoluto. Então eles conseguem ficar no prejuízo por um tempo enquanto outros precisam fechar as portas.”

Aquelas mineradoras que podem operar no prejuízo por um tempo podem, em teoria, aumentar o controle que possuem na hashrate da blockchain. Isso não é ruim apenas para o preço do Bitcoin, mas também para toda a parte fundamentalista da rede.

Especulação vs. História

halving em meio a pandemia

Claro, o tom alarmista dos especialistas não é algo compartilhado por todos, elas partem apenas da especulação de um grupo. Mas vale lembrar que o Bitcoin ainda é um ativo altamente especulativo, por isso é importante ficar de olho em todas as possibilidades.

Já a história do ativo nos mostra que o halving é sempre um bom momento. Ao contrário do que muita gente pensa, o preço não sobe imediatamente após o evento, mas alguns meses depois.

Nas últimas vezes em que houve o corte de recompensa, o BTC apresentou ganhos de até 10x. Mas até mesmo o histórico do ativo não deve ser usado como métrica exata para prever o seu preço.

Portanto, nos resta aguardar e observar como o criptomercado se comportará em meio a um momento tão único na economia mundial.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Avatar
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Leia mais

Verificador de saldo de endereços bitcoin

Verifique o Saldo de Endereços Bitcoin

O Verificador de Saldo de Endereços Bitcoin já está disponível. Desenvolvido no Brasil, o aplicativo permite verificar facilmente o saldo de diversos endereços bitcoin...
ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Últimas notícias

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...