Homem é internado por vício em Bitcoin: “Queria ser milionário, mas perdi tudo”

O vício em negociações com criptomoedas é bem similar ao vício em apostas, com momentos de euforia após lucros e desespero em perdas.

Como muitos investidores e traders podem afirmar, negociar criptomoedas pode ser uma atividade exaustiva e às vezes até mesmo afetar a saúde. Alguns até mesmo podem se sentir viciados na atividade, precisando até mesmo de reabilitação.

Em uma recente matéria do Business Insider, apresentada como um ensaio, foi mostrado a história de um paciente anônimo do hospital Castle Craig, na Escócia.

O paciente quis manter a sua identidade em sigilo para evitar julgamento social. O Business Insider também afirmou que, com permissão da fonte, corroborou a história junto dos profissionais do hospital, para garantir sua veracidade.

De acordo com o paciente, ele sempre teve uma personalidade viciante desde adolescente. Ele primeiro começou com drogas e álcool, e até mesmo foi preso por posse de narcóticos. Após a prisão ele decidiu ir para a reabilitação aos 22 anos de idade.

Após o período de reabilitação ele passou a ter uma vida normal, até mesmo conseguindo um bom emprego e uma boa carreira.

“Aos meus 30 anos eu consegui encontrar uma boa carreira. Eu estava fazendo £90 mil por ano (cerca de R$ 461 mil), no ramo de escavação de tuneis.”, disse o paciente ao Business Insider.

No entanto, mesmo com a vida “nos trilhos” ele acabou voltando a ser atormentado por essa personalidade mais ligada à vícios, ao mesmo tempo em que começou a negociar no mercado de ações.

Então em 2015 ele encontrou as criptomoedas, inicialmente usou Bitcoin para comprar drogas na Dark Web, na época ainda negociando ações. Ele então começou a desenvolver uma obsessão com os padrões gráficos, eventualmente essa obsessão acabou levando ele a negociar criptomoedas.

“Eu me lembro da primeira vez que coloquei os olhos em um gráfico de criptomoedas: Eles eram absolutamente perfeitos. Eles eram similares aos gráficos da Nasdaq ou ações como a Apple. Os gráficos mostravam o crescimento do Bitcoin e criava uma curva, bonita, ascendente e com composição.”

Com o tempo o investidor não fazia nada além de negociar, ficando até 8 horas negociando por dia, consumindo narcóticos e observando gráficos. Segundo ele, a cada 8-9 horas ele fazia 100 negociações, perdendo £ 1.000, ganhando £ 5.000.

“Depois de um tempo eu não me importava mais se estava ganhando ou perdendo. Tudo o que eu queria era seguir os padrões.”

Queria se tornar um milionário, mas perdeu tudo

O paciente também falou que o seu principal objetivo era se tornar um milionário, mas não demorou para que esse sonho começasse a ficar cada vez mais distante.

“Eventualmente eu perdido tudo. Eu acreditava que eu tinha a inteligência, a oportunidade e o macete para negociar até ficar milionário. Eu queria quebrar tudo e vencer os 99% do mundo a me tornar parte do 1%. Negociar era como andar de montanha-russa. Eu tinha altas e baixas, mas a cada baixa, eu caia mais e mais.”

Por volta de 2014 ele já estava com vários débitos, no mesmo ano ele foi diagnosticado com autismo e problemas de vício, foi quando ele perdeu o emprego. Em 2019 ele declarou falência pessoal.

“Em cinco anos, eu perdi tudo o que eu tinha trabalhado duro para conseguir. Eu perdi minha integridade, minha confiança e meu dinheiro.”

A situação chegou a um nível crítico e o trader começou a contemplar a possibilidade de suicídio.

“No próximo ano eu me internei no hospital Castle Craig, a única clínica de reabilitação que trata vício em negociação de criptomoedas.”

Nesse caso, o vício em negociações com criptomoedas é bem similar ao vício em apostas, com momentos de euforia após lucros e desespero em perdas. É importante ter um psicológico forte para ser um trader, principalmente de curto prazo e todo cuidado é pouco.

“Se você é como eu, e sente adrenalina com os altos riscos do mercado enquanto ainda está cheio de medo e incerteza e insegurança sobre a próxima negociação – Eu diria para você parar. Reconheça o seu valor antes de correr atrás de milhões. Procure ajude, fale com pessoas, e saia do jogo.”, concluiu o paciente sobre o seu vício.

O estresse e a ansiedade são problemas que acompanham muitos traders e prejudicam muitos outros, como já vimos por aqui antes. O importante é sempre tomar cuidado com sua saúde em primeiro lugar.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias