Homem processa Apple após empresa “transforma-lo em Gay” enviando criptomoedas

Russo pede R$ 60 mil de indenização, acusando empresa de ser responsável por sua homossexualidade.

Siga no
Homem vira gay após receber criptomoedas

Uma história inusitada revela um processo judicial contra a Apple. O processo poderia ser algo normal, se não fosse o seu teor: um homem acusa a empresa de ter “virado” gay após receber criptomoedas em seu smartphone. Como solução para a causa, o russo pede cerca de R$ 60 mil em indenização contra a Apple.

Enviar e receber e armazenar criptomoedas por smartphones já é algo real. No caso do russo que “virou” gay, o homem recebeu 69 unidades da criptomoeda Gaycoin. Segundo o homem que processa a Apple, esse recebimento foi o suficiente para torná-lo gay. Com a acusação, o russo espera receber uma indenização por danos psicológicos e morais.

Criptomoeda faz russo “virar” gay

O caso inimaginável foi registrado na Rússia. Segundo a rádio local Govorit Moskva, o russo relatou que passou a ter relações sexuais com pessoas do mesmo sexo após receber 60 Gaycoins. Com a afirmação, o homem acusa o recebimento da criptomoeda como o principal “causador” de sua homossexualidade.

O russo narrou que recebeu as criptomoedas em um aplicativo baixado pelo iPhone. O envio das criptomoedas para D. Razumilov aconteceu em 2017, e após dois anos o homem decidiu processar a fabricante de smartphones norte-americana. Segundo Razumilov, a mensagem que veio acompanhada das criptomoedas teria o induzido a se tornar homossexual.

Atualmente o russo possui uma relação estável com um homem. Sendo assim, Razumilov assumiu totalmente sua homossexualidade. Em recente entrevista, o russo disse que não saberia explicar sobre a relação homoafetiva aos país. Na Rússia a homossexualidade ainda é considerada um tabu e conta com atitudes repressivas do governo de Vladimir Putin.

“Eu tenho um namorado fixo e não sei como explicar isso para os meus pais. Depois de receber a mensagem, minha vida mudou para pior e nunca mais será normal”.

Homem que ‘virou’ gay pode receber R$ 60 mil de indenização

Junto com as criptomoedas, a mensagem ‘não julgue sem tentar’ parece ter causado outro efeito no investidor. O homem decidiu experimentar relações sexuais com pessoas do mesmo sexo, após receber 69 Gaycoins. Razumilov entendeu que a mensagem o sugeria experimentar relações homossexuais.

Para o russo, a Apple é responsável por tê-lo ‘manipulado’. O homem atesta que ter recebido as criptomoedas o teria feito ser gay. O processo pede que uma indenização de 1 milhão de rublos (+/- R$ 60 mil) seja paga ao usuário da Apple.

A história parece inusitada, mas chegou aos tribunais russos recentemente. Após a apresentação formalizada do processo por Razumilov, o julgamento foi marcado. O caso será decidido pelo Tribunal Distrital de Presnensky, em uma audiência marcada para o dia 17 de outubro de 2019.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Imagem: Reprodução Youtube, Cointelegraph

McAfee deixou mensagem escondida sobre conspiração? Os mistérios da morte do empresário

A morte de John McAfee não só chocou um grande número de pessoas recentemente, mas também levantou diferentes suspeitas entre as pessoas que estão...
Carteira com duas criptomoedas Dogecoin dentro

Comprar Dogecoin ou um imóvel? Elon Musk opina com risada

O que você prefere comprar, um imóvel ou uma criptomoeda chamada Dogecoin? Um meme criado pela comunidade da moeda digital divertiu Elon Musk, CEO...

Candidato a prefeito de Nova York diz que cidade será “o centro dos bitcoins”

Eric Adams, um dos principais candidatos à prefeitura de Nova York e líder das eleições primárias pelo partido Democrata, demonstrou ser um candidato pró-Bitcoin. Em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias