Homem processa Apple após empresa “transforma-lo em Gay” enviando criptomoedas

Russo pede R$ 60 mil de indenização, acusando empresa de ser responsável por sua homossexualidade.

Homem vira gay após receber criptomoedas

Uma história inusitada revela um processo judicial contra a Apple. O processo poderia ser algo normal, se não fosse o seu teor: um homem acusa a empresa de ter “virado” gay após receber criptomoedas em seu smartphone. Como solução para a causa, o russo pede cerca de R$ 60 mil em indenização contra a Apple.

Enviar e receber e armazenar criptomoedas por smartphones já é algo real. No caso do russo que “virou” gay, o homem recebeu 69 unidades da criptomoeda Gaycoin. Segundo o homem que processa a Apple, esse recebimento foi o suficiente para torná-lo gay. Com a acusação, o russo espera receber uma indenização por danos psicológicos e morais.

Criptomoeda faz russo “virar” gay

O caso inimaginável foi registrado na Rússia. Segundo a rádio local Govorit Moskva, o russo relatou que passou a ter relações sexuais com pessoas do mesmo sexo após receber 60 Gaycoins. Com a afirmação, o homem acusa o recebimento da criptomoeda como o principal “causador” de sua homossexualidade.

O russo narrou que recebeu as criptomoedas em um aplicativo baixado pelo iPhone. O envio das criptomoedas para D. Razumilov aconteceu em 2017, e após dois anos o homem decidiu processar a fabricante de smartphones norte-americana. Segundo Razumilov, a mensagem que veio acompanhada das criptomoedas teria o induzido a se tornar homossexual.

Atualmente o russo possui uma relação estável com um homem. Sendo assim, Razumilov assumiu totalmente sua homossexualidade. Em recente entrevista, o russo disse que não saberia explicar sobre a relação homoafetiva aos país. Na Rússia a homossexualidade ainda é considerada um tabu e conta com atitudes repressivas do governo de Vladimir Putin.

“Eu tenho um namorado fixo e não sei como explicar isso para os meus pais. Depois de receber a mensagem, minha vida mudou para pior e nunca mais será normal”.

Homem que ‘virou’ gay pode receber R$ 60 mil de indenização

Junto com as criptomoedas, a mensagem ‘não julgue sem tentar’ parece ter causado outro efeito no investidor. O homem decidiu experimentar relações sexuais com pessoas do mesmo sexo, após receber 69 Gaycoins. Razumilov entendeu que a mensagem o sugeria experimentar relações homossexuais.

Para o russo, a Apple é responsável por tê-lo ‘manipulado’. O homem atesta que ter recebido as criptomoedas o teria feito ser gay. O processo pede que uma indenização de 1 milhão de rublos (+/- R$ 60 mil) seja paga ao usuário da Apple.

A história parece inusitada, mas chegou aos tribunais russos recentemente. Após a apresentação formalizada do processo por Razumilov, o julgamento foi marcado. O caso será decidido pelo Tribunal Distrital de Presnensky, em uma audiência marcada para o dia 17 de outubro de 2019.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Últimas notícias