Celebridade do Instagram é acusado de roubar R$ 14 milhões em Bitcoin de seguidores

No momento a conta de Mazini no Instagram foi deletada, por isso não é possível encontrar os posts em que ele supostamente dizia que estava comprando Bitcoin de seus seguidores.

Siga no

Um famoso influenciador do Instagram, com milhões de seguidores, está sendo acusado de ter aplicado um golpe milionário em seus seguidores, roubando mais de US $ 2,5 milhões em Bitcoin (cerca de R$ 14 milhões).

De acordo com o site NBC New York, o influenciador Jay Mazini, cujo o nome real é Jebara Igbara, é um influenciador de 25 anos que ficou muito famoso nas redes sociais ao viralizar doando dinheiro para moradores de rua na área de Nova York e Nova Jersey.

Segundo acusações apresentadas em documentos da corte de Nova York, Jay Mazini usou a sua influência para aplicar um esquema de Bitcoin onde ele simplesmente roubava a moeda virtual de seus seguidores.

As acusações afirmam que Mazini dizia estar comprando Bitcoin de seus seguidores por preços bem acima do atual valor de mercado. O fato de valor estar “Inflado”, os seguidores se sentiam tentados a vender seus Bitcoins para o influencer, mas Mazini nunca cumpria com a sua parte da barganha.

Sendo assim, ele recebia os bitcoins e nunca pagava o valor prometido. Literalmente roubando centenas ou até milhares de pessoas através do golpe. Estima-se ele roubou US$ 2,5 milhões em Bitcoin de suas vítimas.

No momento a conta de Mazini no Instagram foi deletada, por isso não é possível encontrar os posts em que ele supostamente dizia que estava comprando Bitcoin de seus seguidores. Mas existem fotos que supostamente mostram o influenciador realizando o golpe, anunciando que estava comprando o ativo digital.

De acordo com o FBI, a presença social de Igbara foi fundamental para aplicar o golpe através das redes sociais.

“a persona de Igbara serviu como um fundo para convencer as vítimas a vender a ele Bitcoins a um preço atrativo. Mas uma investigação mostra que as coisas não são sempre o que parecem…”

Influencer está preso em Nova Jersey

As autoridades estão buscando mais informações sobre o suposto golpe aplicado por Mazini e estão pedindo que as possíveis vítimas entrem em contato com o FBI através do site oficial para passar mais informações sobre o esquema.

Enquanto essa investigação está acontecendo, Mazini está sob custódia da polícia em Nova Jersey, mas por crimes não ligados à fraude com Bitcoins.

Ainda segundo o NBC New York, uma pesquisa por prisioneiros em Nova Jersey indica que Mazini está preso por acusações de agressão qualificada, sequestro, porte de armas, coerção criminal, colocar pessoas em perigo e até ameaças terroristas.

Ou seja, o crime de fraude com Bitcoin é aparentemente a menor das acusações contra o “famoso” do Instagram.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Pelé terá coleção NFT na plataforma Ethernity

Edison Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, é o mais famoso jogador de futebol da história e é um grande ícone para os...

Rothschild investe R$ 26 milhões em Ethereum

A Rothschild Investment adquiriu mais de 265.302 ações da Grayscale Ethereum Trust, marcando seu primeiro investimento em Ethereum, o ativo digital nativo da plataforma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias