Receita americana começa caçar investidores que não declaram Bitcoin

Receita mandou um recado para os investidores do país.

Siga no
IRS. Imagem: Youtube
IRS. Imagem: Youtube

A Internal Revenue Service, conhecida também como IRS, a Receita Federal dos Estados Unidos, está de olho nas criptomoedas e cada vez mais parece estar interessada em obter informações vitais sobre os investidores.

De acordo com o Market Watch, a agência federal dos EUA convocou a parte administrativa da corretora Circle e Poloniex para revelar informações dos clientes que investem em Bitcoin.

Segundo o site, a ideia é garantir que compradores de criptomoedas estão relatando de forma correta todos os ganhos e valores em carteiras, além, é claro, de estarem pagando os impostos necessários para o governo.

Com isso, a IRS quer que as corretoras forneçam relatórios sobre o registro de contas dos usuários, atividade de cada conta e o histórico de transações, além de outros materiais. O foco atual é em todos os investidores que tiveram transações acima de US $ 20 mil durante os anos de 2016 a 2020.

Para a IRS as criptomoedas são classificadas como propriedade. Sempre que uma propriedade é vendida com lucro, é necessário pagar um imposto sobre o ganho. Mas, claro, para isso é preciso que a IRS saiba que a transação aconteceu.

Segundo Richard Stearns, responsável por assinar as ordens de convocação às corretoras, o processo possui uma base lógica, já que é bem possível que muitos investidores em criptomoedas não estejam seguindo as regras fiscais de forma correta.

Já para o comissário da IRS, Chuck Rettig, essas convocações também servem como um grande alerta para os investidores dos EUA.

“A mensagem para os contribuintes dos EUA é clara, a IRS está trabalhando para garantir que eles estejam completamente obedientes com as regras de uso de moedas virtuais. Nós vamos garantir a lei onde não encontrarmos problemas de fraude ou de quebra de regras.”

O interesse da IRS nas criptomoedas não é novidade, indo muito antes de 2017, desde que a ideia do Bitcoin ser uma forma de fazer transações mais anônimas começou a se espalhar.

Agora, com as criptomoedas novamente ganhando força, principalmente em um momento em que a moeda fiduciária apresenta um momento de fraqueza, é fácil entender porque a Receita Federal dos EUA teria ainda mais interesse em manter a taxação do Bitcoin cada vez mais “forte”, até mesmo contratando consultores que podem ajudar no rastreamento de moedas digitais. 

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...

Meme postado por Elon Musk é vendido por R$115 mil

Após o Bitcoin e o Ethereum romperem as suas máximas históricas nesta semana, Elon Musk foi ao Twitter para postar um meme sobre o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias