Apresentador da CNBC diz que é “irresponsável” empresas não comprarem Bitcoin

O apresentador do "Mad Money" descreveu o bitcoin como uma "boa proteção" contra a moeda fiduciária.

Siga no
Jim Cramer
Jim Cramer

O famoso apresentador do programa Mad Money da CNBC, Jim Cramer, declarou que é “irresponsável” empresas não adicionarem Bitcoin em seus balanços patrimoniais. “É uma maneira de diversificar a forma como você deve usar seu dinheiro, sou totalmente a favor. Acho quase irresponsável não incluí-lo”, disse.

Jim Cramer, que é um ex-administrador de fundos de hedge, além de ser autor e co-fundador do site TheStreet.com, pediu que os responsáveis pelo setor financeiro das empresas pressionem os conselhos de administração a investirem na criptomoeda.

“Todo tesoureiro deveria ir aos conselhos de administração e dizer que deveriam colocar uma pequena parte do dinheiro em Bitcoin.”

Ele também acrescentou que vê o Bitcoin semelhantemente ao ouro, como uma reserva de valor e proteção contra a inflação.

Não exagerem

A opinião de muitos especialistas mudou após a Tesla divulgar sua compra de Bitcoin. Apesar disso, o famoso apresentador alertou que as empresas não devem exagerar “apostando tudo”, como fez a MicroStrategy. 

De acordo com o veterano investidor, o Bitcoin é apenas “uma peça do quebra-cabeça”. Ele explicou que na sua visão a Tesla investiu muito alto no Bitcoin. “Não tenho o mesmo nível de confiança”, relatou. 

Apesar de declarar não ter tanta fé como a Tesla demonstrou ter, Jim Cramer que até o ano passado declarava que não negociava Bitcoin, viu seu interesse mudar após a injeção de US $ 3 trilhões de dólares que o governo americano injetou na economia do país. 

Em setembro do ano passado ele revelou que o pacote de estímulo econômico o fez mudar de ideia sobre a moeda digital

“Por muito tempo, as pessoas diziam ‘bem, que tal Bitcoin’, e eu dizia ‘bom, eu não negocio café e não negocio algodão, e não negocio bitcoin’, eu só dizia isso e as pessoas deixavam pra lá. Funcionou até o pacote de US $ 3 trilhões de dólares porque não temos isso. Não temos US $ 3 trilhões de dólares neste país.”

Ainda em setembro, Cramer revelou que estava “obcecado” pelo Bitcoin. Segundo ele, as medidas tomadas pelos governos para conter a crise infelizmente resultaram em um aumento sem precedentes da inflação, o que na visão dele, vai favorecer a valorização de ativos classificados como reserva de valor, como o ouro e o Bitcoin.

Famoso apresentador dos EUA diz que é "irresponsável" empresas não comprarem Bitcoin
Famoso apresentador dos EUA diz que é “irresponsável” empresas não comprarem Bitcoin

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Diego Marques
Começou em 2016 como um dos primeiros redatores do Guia do Bitcoin. Diego tem preferência por notícias que podem influenciar o preço das criptomoedas, mas também gosta de escrever curiosidades do cripto-universo.
Comissão Oficial do Bitcoin em El Salvador causa polêmica

“Comissão Oficial do Bitcoin” em El Salvador causa revolta na comunidade

Muitas coisas estão acontecendo em El Salvador desde que o país da América Central decidiu adotar o Bitcoin como moeda de curso legal. Recentemente...
Real-inflação (imagem: SHutterstock)

Inflação batendo as portas, como se proteger?

A inflação é totalmente sem educação, entra em nossas casas sem permissão ou aviso prévio e fica por um bom tempo morando conosco. É...
Mineração de Bitcoin, moeda BTC e GPU

Preço do Bitcoin cai após hashrate atingir mínima anual

A recente queda no preço do Bitcoin coincidiu com a baixa no hashrate da rede, com uma possível capitulação de mineradores do mercado. Vale...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias