Jogador de futebol aproveita folga para comprar criptomoedas

Momento de quarentena é ideal para observar investimentos!

Siga no
Bitcoin no Brasil, Praia, Futebol e Sol
Bitcoin no Brasil, Praia, Futebol e Sol

Um jogador de futebol brasileiro está aproveitando a folga, causada pela pandemia do novo coronavírus, para comprar ações e criptomoedas. De acordo com o jogador do Grêmio Esportivo Juventus, o momento é interessante para se observar investimentos.

Em meio ao momento de quarentena, medida que visa impedir a disseminação do COVID-19, muitas pessoas estão em casa paradas. Outras, se dedicam aos estudos e investimentos, possibilitados graças a internet.

Com uma carreira instável, os jogadores de futebol também têm sido afetados pela paralisação. Com campeonatos estaduais cancelados, sem previsão de volta, o jeito é buscar rendas alternativas para sobreviver.

Jogador de futebol do Grêmio Juventus (SC), Túlio Renan foca em investimentos e aproveita sua folga para comprar ações e criptomoedas

De fato, o momento é ideal para aqueles que sempre tiveram vontade de investir e nunca estudaram para tal. Com paralisação no comércio, indústrias e redução da movimentação, muitos tem na internet a possibilidade de ganhar uma renda.

O Campeonato Catarinense, por exemplo, parou nas quartas de finais, com o Juventus-SC tendo se classificado na primeira fase, e ocupando a sexta posição, na frente até da Chapecoense. Nessa próxima fase, o clube encarará o Figueirense.

Para Túlio Renan, jogador do Grêmio Esportivo Juventus, time de Santa Catarina, o momento tem sido de aprendizado. Enquanto aguarda a definição do futuro do futebol, Túlio afirmou para o Globo Esporte que tem dedicado tempo aos estudos.

O jogador afirmou que sua rotina é de olho nas notícias e home broker, que é a plataforma que conecta investidores aos investimentos. O atacante do clube Juventus-SC afirma que procura uma renda alternativa para “driblar” a imprevisibilidade da carreira.

Túlio Renan, jogador do Juventus-SC busca comprar criptomoedas durante quarentena
Túlio Renan, jogador do Juventus-SC busca comprar criptomoedas durante quarentena – Reprodução/Facebook

Jogador começou investimentos há dez anos, com reserva de emergência

De acordo com o Globo Esporte, o jogador afirmou ter iniciado nos investimentos há dez anos. No início, Túlio focou em construir sua reserva de emergência, comprando títulos de renda fixa.

Após isso, Túlio passou a realizar investimentos em renda variável. Neste ponto, o jogador tem buscado comprar criptomoedas e ações de empresas listadas na bolsa de valores brasileira. Os investimentos que Túlio realiza também é uma forma de buscar segurança, uma vez que a carreira de futebol é insegura.

Eu já passei grandes dificuldades com atraso de salários nos clubes e abri a minha mente para mudar a minha situação. A área do investimento é uma que me identifico, busco garantir minha independência financeira. Venho de uma família muito humilde, e como o futebol é muito incerto, procuro sempre estar de olho nos meus investimentos nas horas livres – comentou ao GE

o que são criptomoedas
Criptomoedas

O atacante de 31 anos também já planeja sua aposentadoria, que neste mercado é mais cedo que outros. Para isso, traçou planos para colocar em prática após abandonar os gramados, que envolve até ser conselheiro de clubes de futebol pelo país.

O jogador Túlio é dos destaques da campanha do Juventus-SC no Campeonato Catarinense. Em conversa com o GE, Túlio afirmou que tem respeitado as orientações para ficar em casa, mas sem perder tempo com seus investimentos.

Clube Grêmio Esportivo Juventus também busca diversificar para obter receita

Enquanto Túlio busca uma renda alternativa, seu clube, o Grêmio Esportivo Juventus também procura novas receitas. No último sábado (25), por exemplo, o clube promoveu em seu estádio a “Feijoada do Moleque Travesso“.

Além disso, o clube promove uma ação entre amigos, que poderá dar um carro zero para o ganhador. As iniciativas foram colocadas em prática para que os torcedores ajudem o clube neste momento de quarentena. A indefinição do contágio do novo coronavírus (COVID-19) tem afetado os clubes, que impedidos de jogar, diminuíram consideravelmente sua renda.

As criptomoedas são moedas digitais, que funcionam apenas pela internet e tiveram uma grande valorização nos últimos anos. A mais famosa é o Bitcoin, que já valorizou mais que 20% nos últimos 30 dias, mesmo com a pandemia mundial.

Em Santa Catarina, um dos clubes que está de olho nas criptomoedas é o Avaí, que foi o campeão da primeira fase do campeonato estadual. Outros grandes do Brasil, como Corinthians, Atlético Mineiro, entre outros, já lançaram suas próprias criptomoedas. Na Europa, até o Barcelona já lançou sua própria moeda digital para fãs.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Imóveis nos EUA são vendidos acima do preço ofertado

A Redfin, agente imobiliário listado na bolsa Nasdaq, informou que o mês de março foi recorde nas 400 regiões metropolitanas em que atua. Na...
Gráfico do Bitcoin com preço em crescimento alta

Bitcoin renova máxima história e supera US $ 63 mil

Na manhã desta terça-feira (13), o preço do Bitcoin ultrapassou a marca de 63 mil dólares pela primeira vez na história . A criptomoeda...

Revista TIME terá Bitcoin em seu balanço patrimonial

A revista TIME, uma das mais importantes do mundo, com quase 100 anos de história, decidiu seguir outras empresas como a Tesla e vai...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias