Jornal da Band escancara fraude da Atlas Quantum

Com sócio sumido, grupo de 400 investidores quer conseguir reunião para solucionar problema.

Siga no
Jornal da Band cita fraude de Bitcoin no Brasil
Jornal da Band cita fraude de Bitcoin no Brasil - Reprodução/Band

A Atlas Quantum foi apontada pelo Jornal da Band como uma fraude com bitcoin no Brasil que causou prejuízo de R$ 1 bilhão. Na edição da última sexta-feira (12), o jornal repercutiu até um movimento que está sendo conduzido por investidores.

Com o preço do bitcoin atingindo máximas de mercado em 2021, os ex-clientes da Atlas Quantum seguem lamentando o fim do negócio. A empresa, que tinha sede na cidade de São Paulo, captou nos últimos anos muitos bitcoins de clientes.

Cada moeda hoje vale mais de R$ 250 mil no Brasil. Em relação ao dólar, cada Bitcoin supera os US$ 47 mil.

Rodrigo Marques sume com 1 bilhão em Bitcoin.
Rodrigo Marques sume com 1 bilhão em Bitcoin.

Para conseguir colocar a mão nas moedas digitais das pessoas, a Atlas Quantum sustentou uma imagem de empresa séria. Dessa forma, patrocinou eventos da comunidade Bitcoin e até promoveu concursos com atores famosos no país.

Além disso, afirmava tem um robô de compra e venda de Bitcoin muito poderoso. Sem registrar prejuízos, o robô garantia lucros aos investidores, que acabaram acreditando na suposta fraude.

Em 2019, a Comissão de Valores Mobiliários no Brasil acionou a Atlas e emitiu uma ordem de parada. Isso porque, ao captar recursos no Brasil, a empresa não tinha autorização da autarquia.

Mesmo assim, a empresa teria continuado com a captação e promessa de rendimento. Os saques de vários clientes seguem pendentes, com milhares de processos na justiça brasileira.

Com a alta do Bitcoin, clientes antigos da Altas se revoltaram e reuniram um grupo de mais de 400 pessoas.

Jornal da Band destaca uma fraude com Bitcoin que pode ter causado prejuízo de R$ 1 bilhão no Brasil

O Jornal da Band, um dos principais do horário nobre da televisão brasileira, comentou sobre o Bitcoin na noite da última sexta. Apesar do bom momento de valorização e adoção da moeda, o assunto não foi tão otimista assim.

Isso porque, o jornal destacou um grande problema que aconteceu com cerca de 40 mil brasileiros. Ao acreditar na Atlas Quantum, uma empresa que oferecia rendimentos com Bitcoin, os investidores teriam perdido tudo no negócio.

Ao alegar que a fraude com Bitcoin lesou milhares de investidores, o Jornal da Band repercutiu até um movimento dos investidores em busca de reaver o que é seu por direito.

Ao conversar com ex-investidores, que lamentaram o fim do negócio, o jornal lembrou até que o Bitcoin não é uma moeda regulamentada. Dessa forma, a Band acredita que o Bitcoin é um “prato cheio para estelionatários“.

Ainda que a culpa do golpe não seja do próprio Bitcoin, a Atlas ficou famosa por ser uma empresa que deu visibilidade a moeda no país. Na cidade de São Paulo, por exemplo, a empresa chegou a colocar sua imagem em estações de metro e outdoors da maior cidade do Brasil.

Com a alta do Bitcoin, cerca de 400 investidores se reuniram e colocaram um prêmio de 10 Bitcoins para quem conseguir encontrar Rodrigo Marques, criador da Atlas. A esperança dos clientes é que, em uma reunião com Rodrigo, que está foragido, eles consigam reaver seus bitcoins, até então, perdidos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias