JPMorgan e TecBan de olho nas criptomoedas no Brasil

Grande banco dos EUA pede para registrar marca de sua criptomoeda no Brasil. TecBan

Siga no
Banco dos EUA JPMorgan - Bitcoin BTC Criptomoedas
Banco dos EUA JPMorgan - Reprodução/Flickr

O mercado de criptomoedas no Brasil se aquece na reta final de 2020. Isso porque o grande banco JPMorgan e a TecBan seguem de olho nas criptomoedas no país.

Conforme noticiado pelo Livecoins, a criptomoeda Zcash obteve aval do INPI para seu registro de marca no país. O pedido foi feito pela Zcash Foundation e foi aprovado, mostrando que o Brasil é rota de desenvolvedores desse mercado.

Agora, um dos maiores bancos dos EUA também segue a mesma rota e deve chegar ao Brasil com inovação. Vale o destaque que o JPMorgan tem desenvolvido sua própria criptomoeda há alguns meses.

Do outro lado, uma importante empresa relacionada com dinheiro físico, a TecBan, já começa a se movimentar para o digital.

JPMorgan pede ao INPI que seja feito o registro de sua carteira de criptomoedas no Brasil

A história do JPMorgan em relação ao mercado de criptomoedas é controversa. Com o seu CEO, Jamie Dimon, sendo um dos principais críticos do Bitcoin, o banco se afastava do setor.

Contudo, tudo mudou há alguns meses, e o JPMorgan começou a desenvolver sua própria criptomoeda. Com uma criptomoeda própria, o banco também cria a própria carteira para armazenar essas moedas.

Desse modo, o banco pediu ao INPI um registro da marca para a “J.P. MORGAN WALLET“. Conforme publicação do INPI, o banco pediu o registro no dia 4 de setembro, representado pelo Kasznar, Leonardos Advogados, do Rio de Janeiro.

O movimento mostra que o JPMorgan mira o mercado brasileiro para implementar sua criptomoeda. Em uma página no site do banco, criada em 2019, informações sobre a chamada JPM Coin são compartilhadas com o público.

O banco deixa claro que desenvolve a sua criptomoeda dentro da sua blockchain, a Quorum. Atualmente o JPMorgan tem uma divisão própria para lidar com sua criptomoeda, entre desenvolvimento e testes com parceiros e clientes.

Em 2020, o JPMorgan abriu a conta para duas corretoras de Bitcoin, pela primeira vez em sua história. O caso mostra que as críticas do CEO a tecnologia pode ser “águas passadas”.

Empresa brasileira de caixas eletrônicos também com interesse nas criptomoedas

Uma surpresa ainda parte do pedido de registro da TecBan junto ao INPI para as criptomoedas. Usando o procurador Tinoco Soares Sociedade de Advogados, de São Paulo, a empresa pediu no início de 2020 um registro de marca que só foi concedido agora.

Entre outros itens, o pedido da TecBan especificou em seu registro as “chaves criptográficas baixáveis para receber e gastar criptomoedas“. A TecBan é a empresa por trás do Banco24Horas, uma rede de caixas eletrônicos que tem parceria com vários bancos no Brasil.

Trabalhando mais com dinheiro em espécie, a empresa já busca uma aproximação às criptomoedas. Recentemente, o diretor da TecBan disse que o “Dinheiro físico converge com blockchain”.

Em 2020, grandes empresas registram no Brasil pedidos relacionados com as criptomoedas. Dentre os destaques que também já chegaram foi a corretora Binance, que na última semana passou a aceitar o Real em sua plataforma de negociações, noticiado em primeira mão pelo Livecoins.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Justiça manda bitcoin.org revelar quantos bitcoins brasileiro tem

A justiça do Estado de São Paulo expediu um ofício ao Bitcoin.org, considerado o site oficial do Bitcoin no mundo todo. O caso aconteceu...
BlackFriday-Bitcoin

Bitcoin com 20% de desconto na Black Friday

O bitcoin estará à venda com desconto nesta Black Friday, quando se espera que bilhões sejam gastos em todos os tipos de produtos e...
Imagem: Coin360

Por que o Bitcoin caiu $ 3.000 em poucas horas?

O Bitcoin não conseguiu superar seu preço histórico e caiu rapidamente de $ 19.500 para menos de $ 17.000. A moeda digital chegou enfrentar...

Últimas notícias

Bitcoin com 20% de desconto na Black Friday

O bitcoin estará à venda com desconto nesta Black Friday, quando se espera que bilhões sejam gastos em todos os tipos de produtos e...

Por que o Bitcoin caiu $ 3.000 em poucas horas?

O Bitcoin não conseguiu superar seu preço histórico e caiu rapidamente de $ 19.500 para menos de $ 17.000. A moeda digital chegou enfrentar...

Adolescente tem o sonho de ser investidor de criptomoedas

Um adolescente que ainda cursa o ensino médio no Brasil tem o sonho de ser investidor de criptomoedas ou trabalhar em uma agência bancária. O...