Dinheiro físico converge com blockchain, cita diretor da TecBan

TecBan é controlada pelos principais bancos brasileiros e está no auge com pandemia.

-

Siga no
Caixa Eletrônico da TecBan, do Banco24Horas possibilita saques de dinheiro físico (em espécie)
Banco24Horas/Reprodução/Youtube
Anúncio

Um assunto em alta no Brasil hoje é o dinheiro físico, que passou a ser mais adotado pela população. Para um diretor da TecBan, empresa dona do Banco24Horas, o dinheiro físico converge com inovações tecnológicas, inclusive a tecnologia blockchain.

O Bitcoin é uma inovação no mundo das finanças que chegou em 2009, criado por Satoshi Nakamoto. Com essa moeda, é possível enviar qualquer valor pela internet, em questão de minutos e para qualquer lugar do mundo.

Para realizar suas transações com segurança, o Bitcoin depende de sua tecnologia, chamada de Blockchain. Dessa forma, todas as transações são guardadas em um banco de dados descentralizado, independente de banco central ou governo. Essa inclusive, é uma das maiores inovações que o Bitcoin trouxe ao mundo.

O uso de dinheiro físico converge com digital, inclusive com uso de blockchain, apontou diretor de empresa controlada por “bancões”

Anúncio

A TecBan é uma empresa brasileira que provê, entre outros, serviços ligados ao dinheiro em espécie. Uma das principais marcas da empresa é o Banco24Horas, que possuí caixas eletrônicos espalhados por todo país. Além disso, a empresa tem a TBForte, que transporta valores pelas rodovias brasileiras.

Com atuação em diversos estados, a TecBan é controlada pelos bancões brasileiros, principalmente. Segundo informações recentes da CNN Brasil, o Itaú tem cerca de 29% da TecBan, o Bradesco é dono de 24%, Santander 20%, Banco do Brasil 12,5%, Caixa Econômica Federal 11,6% e, por fim, Banorte quase 3%.

Com todo esse suporte dos chamados bancões, a TecBan, que já havia registrado um bom desempenho em 2019, volta a ser destaque em 2020. Com a pandemia do novo coronavírus, a população brasileira tem preferido o dinheiro em espécie. Logo, a TecBan tem registrado mais volume em seus caixas eletrônicos.

A prática, que é chamada de entesouramento, já motiva impressão de dinheiro pelo Banco Central do Brasil. De acordo com o JC, a pandemia impõe um desafio para os brasileiros e sua relação com o dinheiro.

Para o diretor de autoatendimento da TecBan, Luiz Stefani, o volume de saques em julho foi 25% maior que em abril. Contudo, o uso do dinheiro físico converge com as inovações tecnológicas, como Bitcoin (blockchain), Open Banking, entre outros. A tecnologia blockchain, inclusive, já é utilizada pelo grupo.

Governo encara desafio de levar dinheiro para população, até nova nota chega para “reforçar”

Com o pagamento do auxílio emergencial, o governo brasileiro tem o desafio de entregar dinheiro para a população. A TecBan, inclusive, é uma das empresas que tem ajudado neste momento difícil, sendo uma das referências da população que busca sacar as cédulas.

Contudo, o BC observa o entesouramento com cautela, e já coloca a nova nota de R$ 200 como reforço nessa situação. A justificativa, além da inflação, é que a nova cédula ajude a população na busca por notas, e diminua a pressão do governo em novas impressões.

A Casa da Moeda, autarquia responsável pela impressão, tem trabalhado duro em 2020 para imprimir dinheiro. Mesmo assim, com algumas mudanças, o BC espera que a população se interesse mais pelos pagamentos digitais.

Caso o diretor da TecBan esteja correto, com uma convergência do dinheiro físico e digital, o Bitcoin pode ganhar espaço no Brasil, pioneiro no uso da tecnologia blockchain.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Investimento em prejuízo no Brasil

Investimento mais conservador do Brasil dando prejuízo

Muitos que procuram investir nas criptomoedas, como Bitcoin, por exemplo, acreditam que a moeda oferece grandes riscos como reserva de valor. Mas na pandemia...

Influenciadores do TikTok receberam R$ 2.7 milhões promovendo golpes

Alguns criadores de conteúdo do TikTok estavam promovendo aplicativos com Adwares e Cavalos de Tróia embutidos. O dinheiro arrecadado pelos influenciadores com a promoção...
Corretora de Bitcoin Foxbit

Foxbit perde ação contra Caixa Econômica Federal

Mais uma corretora de Bitcoin no Brasil entrou na justiça contra uma instituição bancária e teve problemas. Isso porque, a Foxbit perdeu uma ação...

Últimas notícias

Binance Webinar em Português fala sobre game baseado em Bitcoin

A Binance organizou um evento para a próxima quinta-feira no Brasil. O webinar da Binance, em português, falará sobre games e cripto, fazendo a...

Como a crise ajudou na popularização do Bitcoin?

Com a notícia da pandemia do coronavírus todo o mercado de investimentos tradicional e digital foi impactado com a notícia. Sendo assim, as criptomoedas...

Influenciadores do TikTok receberam R$ 2.7 milhões promovendo golpes

Alguns criadores de conteúdo do TikTok estavam promovendo aplicativos com Adwares e Cavalos de Tróia embutidos. O dinheiro arrecadado pelos influenciadores com a promoção...