Justiça de SP determina bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit

Siga no
Empresa já tem R$ 1,3 milhão bloqueado na justiça paulista.

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit, exchange que promete rendimentos de 5% a 15% mensais, supostamente obtidos por meio da arbitragem de criptomoedas.

A empresa, conforme já relatado aqui no Livecoins, é a antiga Zero10 Club, controlada pela Gensa Serviços Digitais e alvo de investigação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Com essa novo posicionamento da Justiça, sobe para cerca de R$ 1,3 milhão o total de valores bloqueados da empresa, que já responde a 50 processos só no judiciário paulista.

Investiu R$ 106 mil e receberia R$ 15 mil por mês

A decisão é do juiz Carlos Fakiani Macatti, da 2ª Vara Cível do Foro de Barretos, e foi publicada no Diário de Justiça do Estado de São Paulo nesta sexta-feira (29).

O pedido foi feito por uma cliente que afirma ter investido R$ 106,1 mil na Genbit – em aportes feitos em abril e agosto -, com a promessa de receber mensalmente pouco mais de R$ 15 mil, a serem pagos em 36 parcelas. O valor final seria de R$ 540 mil.

De acordo com a decisão, a investidora tentou fazer vários saques, mas conseguiu resgatar apenas R$ 7,7 mil. A Genbit, no entanto, teria mantido no sistema da plataforma a informação de que todas as retiradas haviam sido feitas.

A empresa também teria prometido pontos para a investidora, que seriam convertidos em bitcoins. Esses bitcoins, no entanto, foram transformados em uma criptomoeda chamada “my poins”, que não está listada em nenhuma exchange brasileira.

Juiz cita que há perigo de perda de patrimônio

Para justificar o pedido de bloqueio de valores, o juiz afirmou que existe risco de a cliente, que comprovou ser investidora e ter recursos presos na Genbit, perder o valor investido.

“Os documentos acostados na (petição) inicial indicam a probabilidade do direito da requerente, eis que é investidora junto à empresa requerida, possuindo valor para resgate, evidenciando que os valores junto à plataforma da requerida estão como sendo suspensos/bloqueados. Há (…) urgência no pedido, posto que verificado o perigo de dano, consistente em perda do patrimônio da requerente. Isto posto (…) DEFIRO o ARRESTO online pelo Sistema BacenJud de eventuais aplicações e saldos financeiros (…)”, diz trecho da decisão.

Empresa informa que não comenta processos

Em nota, a Genbit informou que “não comenta questões que estão em discussão judicial” e que está “à disposição para esclarecer todas as dúvidas” dos clientes.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Bilionário Steven Cohen diz que se converteu “totalmente às criptomoedas”

Steven Cohen, chefe da Point72 Asset Management, bilionário estrategista e um dos traders mais bem-sucedidos da atual geração, disse em uma recente entrevista que...
Hacker com máscara do Anonymous apontando dedo

Anonymous: “Um mundo sem Elon Musk é possível”

Quem está acompanhando o criptomercado recentemente sabe que Elon Musk tem uma presença importante em diferentes mercados, mesmo sendo taxado de troll vez ou...

Goldman Sachs começa negociar contratos futuros de Bitcoin

A adoção do Bitcoin continua sendo um ponto importante para o ecossistema atualmente e para a movimentação de preço. Felizmente o ativo digital parece...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias