Início Bitcoin Justiça determina bloqueio de R$ 347 mil da Genbit

Justiça determina bloqueio de R$ 347 mil da Genbit

Atualização, Matéria atualizada com nota da Genbit. O valor ficará bloqueado, tanto para uso no processo, quanto para ser devolvido ao cliente caso este vença a ação.

-

Justiça

A Justiça de São Paulo acaba de determinar o bloqueio de R$ 347 mil da Genbit, por pedido de cliente que não teve seu saque realizado. A decisão foi publicada nesta quinta (7/11) no Diário da Justiça do Estado de São Paulo.

Como divulgado por Livecoins, a Genbit é simplesmente um nome fantasia de uma empresa que já havia sido proibida de atuar no Brasil, Zero10 Club — notificada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) em março de 2019, por oferta irregular de valores mobiliários.

Capa do site da Genbit, que, segundo a CVM, é só nome fantasia da empresa Zero10 Club, proibida de atuar no Brasil
Capa do site da Genbit, que, segundo a CVM, é só nome fantasia da empresa Zero10 Club, proibida de atuar no Brasil

Em novo comunicado, feito em 17 de junho, a CVM explicita que as duas empresas são na verdade a mesma:

“Gensa Serviços Digitais S/A (novo nome empresarial da Zero10 Club, que também utiliza o nome de fantasia GENBIT)”, diz o texto da CVM.

Na ocasião, a CVM notificou tanto a empresa como seu dono, Gabriel Tomaz Barbosa, e determinou “o impedimento de todos os sócios e responsáveis de ofertarem ao público títulos ou contratos de investimento coletivo”.

A partir desse comunicado, a Genbit também teve uma corrida de saques e, já em setembro, começou a atrasar pagamentos. Criou depois um limite de 0,5 BTC para saques e, em determinado momento, cancelou todos os saques programados na plataforma.

Investidor se sentiu lesado

Segundo a decisão divulgada hoje, o cliente, autor da ação, contratou o serviço da Genbit para “gestão de criptomoedas mediante aplicação em dinheiro para que dita empresa, a pedido, promovesse a compra e venda de criptomoedas”.

Porém, a partir do momento que a CVM notificou a empresa, os pedidos de saques já teriam começado a ser bloqueados. Segundo a decisão, o cliente “solicitou o resgate da sua quantia em dinheiro, de maneira inexitosa, somente recebendo respostas evasivas”.

Em sua análise, o tribunal pontuou que:

“[…] aparentemente o que aconteceu no caso em tela foi o depósito em grupo sem solidez ou inidôneo que, travestida da promessa de aplicação rentável, simplesmente apropriou-se do dinheiro dos investidores. Delineia-se, enfim, possível golpe a recomendar pronta intervenção”.

Considerando então que o cliente deva ter sido “vítima de golpe ou, na melhor das hipóteses, de involuntária quebra dos operadores, por má gestão”, analisou que “quanto mais tempo passar, mais difícil será de reverter a situação, caso ao final se confirme o que agora apenas se supõe”.

A Justiça então concedeu a tutela provisória, determinando o arresto em nome das empresas coligadas Arbor Brasil Serv. Gestão Financeira Ltda, HDN Participações S.A. e Gensa Serviços Digitais S.A., no valor de R$ 347.100,00.

Como acontece nesses casos, o valor ficará bloqueado, tanto para uso no processo, quanto para ser devolvido ao cliente caso este vença a ação.

A reportagem de Livecoins buscou contato com a Genbit para ter sua posição sobre o processo, a resposta foi enviada depois da publicação, leia abaixo na integra:

Nota de esclarecimento da GenBit

Sobre a reportagem do Livecoin, é preciso esclarecer que a Genbit não deve ser confundida com a Zero10.Club, plataforma de intermediação e assessoria em criptoativos e que teve as atividades voluntariamente encerradas em respeito às recomendações da CVM.

Sobre a referida ação judicial, é importante esclarecer que não há pedido de bloqueio de bens e nem o bloqueio de conta. Mas o bloqueio somente refere-se a um valor. Diante disso, a Genbit informa que já está em tratativas com o autor para, amigavelmente, resolver as pendências apontadas.

A Genbit reitera que opera dentro da legalidade com rígidas normas de compliance e transparência junto a seus clientes.

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Leia mais notícias sobre:
Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Almir Teixeira
Almir Teixeira é jornalista desde 2001, formado pela USP. Trabalha ainda como produtor de jingles, é programador amador e entusiasta de ciência e tecnologia.

MAIS LIDOS

“De 5 mil, apenas 40 criptomoedas possuem liquidez”, afirma trader

Um trader e analista de criptomoedas, Willy Woo, afirmou que pouquíssimas criptomoedas são consideradas "bons investimentos". O trader utilizou dados do Coinmarketcap para apontar...

Unick Forex Caiu. PF cumpre mandatos de prisão

Finalmente a Unick caiu. A Polícia federal cumpre na manhã desta quinta feira dez mandatos de prisão contra a empresa que prometia dobrar investimentos...

Banco Santander expandirá uso de criptomoeda

O banco Santander, com sede na Espanha, afirmou que irá expandir o uso da tecnologia blockchain, utilizando para isso a Ripple (XRP). O Santander...

Golpe com Bitcoin no Distrito Federal deixa R$ 500 mil de prejuízo

As criptomoedas, principalmente o Bitcoin, são o foco dos golpes no Brasil, já tendo vários casos na capital Distrito Federal. Infelizmente, esses...

Analista mostra quais as melhores criptomoedas como reserva de valor

As criptomoedas tem encontrado como um dos pontos de sua adoção o fator reserva de valor. Com isso, um analista afirmou que três criptomoedas...

Gráfico Arco-íris do Bitcoin pode mostrar valorização de preço futura

Segundo o youtuber especialista em criptomoedas do Brasil, Guilherme Rennó, do canal Criptomaníacos, o gráfico Arco-íris do Bitcoin consegue mostrar a valorização futura da...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

“De 5 mil, apenas 40 criptomoedas possuem liquidez”, afirma trader

Um trader e analista de criptomoedas, Willy Woo, afirmou que pouquíssimas criptomoedas são consideradas "bons investimentos". O trader utilizou dados do Coinmarketcap para apontar...

Unick Forex Caiu. PF cumpre mandatos de prisão

Finalmente a Unick caiu. A Polícia federal cumpre na manhã desta quinta feira dez mandatos de prisão contra a empresa que prometia dobrar investimentos...

Banco Santander expandirá uso de criptomoeda

O banco Santander, com sede na Espanha, afirmou que irá expandir o uso da tecnologia blockchain, utilizando para isso a Ripple (XRP). O Santander...

Golpe com Bitcoin no Distrito Federal deixa R$ 500 mil de prejuízo

As criptomoedas, principalmente o Bitcoin, são o foco dos golpes no Brasil, já tendo vários casos na capital Distrito Federal. Infelizmente, esses...