Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

Empresa prometeu reembolsar os usuários que perderam fundos no hack. Depósitos e retiradas foram temporariamente suspensos enquanto a equipe está investigando o incidente com as autoridades internacionais. A corretora também oferece recompensas de até US $ 100.000 para quem tiver informações válidas sobre os hackers.

Siga no
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu na noite dessa sexta-feira e foi confirmado pela empresa em uma transmissão ao vivo.

A corretora detectou “saques em massa” de suas carteiras para carteiras externas, conforme relatado em um primeiro comunicado. Após informar o evento, o CEO da Kucoin, Johnny Lyu, fez uma transmissão ao vivo para dar mais detalhes sobre o ocorrido.

Lyu confirmou que os hackers tiveram acesso as chaves privadas para roubar os fundos, isso resultou na paralisação dos saques e depósitos na corretora. O empresário também disse que as operações da plataforma possam ser retomadas gradativamente em até uma semana.

De acordo com Etherscan, duas carteiras Ethereum da KuCoin tiveram mais de 11.000 ETHs transferidos.

A corretora acionou outras empresas e autoridades para que os tokens sejam rastreados e bloqueados.

“Estamos em contato com muitas corretoras, como Huobi, Binance, OKEx, BitMax e Bybit, bem como com projetos de blockchain, agências de segurança e agentes da lei para trabalhar nisso. Algumas medidas eficazes foram tomadas, e iremos atualizar com mais detalhes em breve. ”

A Kucoin transferiu os fundos restantes para novas carteiras, congelou os sistemas e bloqueou as carteiras hackeadas. Lyu explicou que as carteiras frias da Kucoin não foram afetadas, pois não estavam conectadas à Internet. Os hackers conseguiram roubar diferentes tipos de tokens, Bitcoin e tokens ERC-20.

Hot wallets são carteiras de armazenamento temporário que facilita as operações de transferência de fundos.

Corretora oferece recompensa de  meio milhão para quem tiver informações sobre os hackers

A corretora está oferecendo uma recompensa de US $ 100.000 (R$ 556 mil ) para qualquer pessoa que tenha informações sobre os responsáveis pelo hack. Além disso, a KuCoin informou que, se houver fundos de usuários roubados, eles serão reembolsados. Informações relevantes podem ser enviadas para business@kucoin.com.

A empresa também disse que está em contato com a polícia e que “todas as perdas serão cobertas pela KuCoin.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
BTC Bear Market

65 mil dólares não é topo fim de ciclo do Bitcoin; bull market não...

Recentemente fiz um artigo utilizando o MVRV para mapear os ciclos e o comportamento dos preços durante o período de bear e bull market....
Imagem de Dorian Nakamoto, que foi suspeito de ser Satoshi

Desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto quer que Bitcoin mude algoritmo de consenso

Um desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto no desenvolvimento do Bitcoin agora defende que a criptomoeda utilize Proof of Stake (POS), um algoritmo de...

HSBC bloqueia pagamentos para Binance no Reino Unido

O HSBC, o sexto maior banco do mundo, afirmou em um comunicado recente que suspendeu e proibiu no Reino Unido todas as transferências de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias