Leilão da Receita tem equipamento de minerar Bitcoin a partir de R$ 500

Operações da autarquia brasileira têm apreendido peças e equipamentos de Bitcoin em fronteiras.

Siga no
Mineração de Bitcoin minerador
Mineração de Bitcoin

A Receita Federal do Brasil abriu leilão de equipamentos de mineração de Bitcoin que foram apreendido no Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas (SP).

Vale o destaque que as peças de mineração de Bitcoin são componentes eletrônicos que não são produzidos no Brasil. Dessa forma, quem pretende minerar a criptomoeda no país deve fazer importação, passando então pela avaliação da receita nas fronteiras.

Na última semana, por exemplo, um casal de Caxias do Sul tentou cruzar a Ponte da Amizade e foi pego na Operação Escudo. Nessa ocasião, a Receita apreendeu várias máquinas de mineração, mesmo com o casal afirmando que o equipamento era usado e seria levado para manutenção.

Fica claro assim que a entrada dos componentes de hardware no Brasil já é barrado em várias operações, principalmente quando não há declaração aduaneira do comprador.

Receita abre leilão de peça de minerador de Bitcoin apreendida no Aeroporto de Viracopos

Na próxima sexta-feira (30), a Receita Federal fará um leilão de itens que foram apreendidos de acordo com o Edital 0817700/000005/2021.

As inscrições para os interessados foram abertas no último dia 21 de julho, indo até a próxima quinta-feira (29), às 21 horas. Serão leiloados 85 lotes de mercadorias, sendo o lote 47 um equipamento de minerar Bitcoin.

Quem quiser averiguar o produto antes de participar do leilão, com valor mínimo de R$ 500,00, pode marcar uma videochamada com a Receita Federal através de WhatsApp.

Quem arrematar a peça deverá ir buscar o item no próprio Aeroporto de Viracopos, conforme descrição do edital de leilão da RFB.

Foto da Receita Federal de minerador de Bitcoin para leilão
Foto da Receita Federal de minerador de Bitcoin para leilão/RFB

Lote 47 de leilão da RFB é minerador de Bitcoin
Lote 47 de leilão da RFB é minerador de Bitcoin/Divulgação

No leilão há produtos com preços entre R$ 50,00 e R$ 95 mil, sendo além do minerador de Bitcoin, itens de vestuário, peças veiculares e outros.

Qual o modelo da peça que está na Receita?

A receita afirmou em sua página de leilão que o equipamento é um modelo “INNOSILICON T2TH -HREMEXPR369775138666995245084(L)”.

No site da fabricante é informado que este modelo pode fazer até 30 terahashs quando opera na configuração máxima (mínimo de 24 T), funcionando na voltagem 220v.

Quem tiver interesse em participar do leilão, deverá ler o edital e fazer sua proposta até a próxima quinta.

Modelo da peça mineradora de Bitcoin em leilão da Receita
Modelo da peça mineradora de Bitcoin em leilão da Receita

Mais detalhes sobre o item podem ser conferidos no próprio site da Receita Federal.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
PayPal e Bitcoin

PayPal anuncia novo aplicativo para criptomoedas

O PayPal continua apostando nas criptomoedas, após ingressar no criptomercado há cerca de um ano, a empresa revelou seu novo app que traz recursos...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Investidor veterano alerta: “Ethereum está entrando em momento de queda prolongada”

Peter Brandt é um veterano do mercado de investimentos e um nome bem respeitado entre quem acompanha criptomoedas. Peter não é um estranho para o...

“Corretoras de criptomoedas estão em risco”, diz Bloomberg

As corretoras de criptomoedas dos EUA podem estar prestes a enfrentar um grande risco de existência conforme as questões sobre a regulamentação do setor...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias