LinkedIn elege Blockchain a habilidade profissional mais requisitada em 2020

LinkedIn fez levantamento das 15 habilidades mais requisitadas no ano.

-

Siga no
Logo do LinkedIn (blockchain e Bitcoin)
Reprodução/Pixabay
Anúncio

O ano de 2020 reserva desafios para os profissionais de vários setores, principalmente aqueles que buscam recolocação. Dessa forma, o LinkedIn fez um estudo sobre habilidades profissionais, e elege o gerenciamento de blockchain como a mais importante no ano.

A rede social é voltada para realização de conexões de negócios, principalmente para aqueles que buscam emprego. Além disso, através da rede social as pessoas do mundo todo conseguem anunciar vagas, fazer parcerias e networking.

Adquirido pela Microsoft em 2016, o LinkedIn é uma das principais redes sociais do ramo hoje. Dessa forma, com frequência libera ao público alguns estudos sobre o mercado de trabalho. Em meio a pandemia do novo coronavírus, as tendências de empregos foram liberadas nos últimos dias. As informações são da Época Negócios.

LinkedIn elege o Gerenciamento de Blockchain como a habilidade mais requisitada do ano

Anúncio

Principalmente com a chegada da pandemia do COVID-19, o processo de digitalização ganhou fôlego no mundo. Com empresas buscando cada vez mais a migração para o digital, o setor tecnológico segue em alta.

Alguns negócios então passam a analisar as principais tecnologias que podem ajudar nessa busca. A blockchain, por exemplo, é uma das tecnologias emergentes que seguem em alta no ano.

Isso porque, tanto no governo federal brasileiro, quanto em empresas privadas, o tema segue em alta. Nos últimos dias o Tribunal de Contas da União liberou um guia para que profissionais conheçam e avaliem a tecnologia blockchain.

Mas o tema segue em alta também na principal rede social de negócios do mundo. O LinkedIn fez um estudo recente sobre as profissões em alta, e elege o Gerenciamento de Blockchain como uma das habilidades mais buscadas no ano.

De acordo com a Época Negócios, o LinkedIn analisou 660 milhões de profissionais da rede social no estudo. Além disso, mapeou cerca de 20 milhões de vagas de emprego disponíveis para medir as habilidades mais buscadas.

Entre milhões de pessoas e vagas, o destaque então foi da tecnologia blockchain. A segunda habilidade mais buscada seria a computação em nuvem e a terceira o raciocínio analítico. Ou seja, a área de tecnologia está em alta, com capacidade de lidar com a blockchain sendo valorizada hoje.

Tecnologia blockchain é nova e desperta interesses pelo mundo

Vale o destaque que o uso da tecnologia blockchain é novo no mundo. Lançada como tecnologia subjacente ao Bitcoin em 2009, não demorou até que seu potencial fosse detectado.

Com a rede Ethereum, por exemplo, os chamados contratos inteligentes chamam atenção. Além disso, blockchains privadas têm ganhado espaço, com soluções de gigantes como a IBM e R3 Corda.

Seja com blockchains públicas ou privadas, o assunto segue em alta e profissionais interessados no assunto podem se capacitar pela própria internet. São centenas de cursos sobre blockchain já disponíveis na web hoje, que podem ser aproveitados por quem busca uma recolocação ou oportunidade nessa nova área.

Dentre os principais requisitos para trabalhar na área estão conhecimentos de programação e raciocínio analítico. Confira o compilado de cursos EAD que foram lançados durante a quarentena sobre blockchain aqui.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Coluna do TradingView: Estudo da Semanal – BTC, NEO, BAT e Lend

Bitcoin em claro momento de distribuição no topo de 10mil dólares. Confira como os analistas do TradingView estão olhando para as Criptomoedas durante esse...

Banco Central quer economizar R$ 70 bilhões com moeda digital

O Banco Central do Brasil quer economizar pelo menos R$ 70 bilhões com o lançamento da nova moeda digital. A informação teria sido repassada...

Polícia Civil deflagra 2.ª Fase da Operação Attack Mestre

A Polícia Civil do Estado de Goiás (GO) deflagrou a 2.ª Fase da Operação Attack Mestre, prendendo um famoso hacker da deep web. No...