Lord Vinheteiro: “Bitcoin é mais frágil que os jovens de hoje em dia”

Um dos pianistas mais famosos do Brasil, atacou o Bitcoin durante a queda dos últimos dias.

Siga no
Lord Vinheteiro
Lord Vinheteiro/Reprodução

Várias pessoas que acompanharam a queda do Bitcoin nas últimas semanas atribuíram o movimento as falas de Elon Musk, CEO da Tesla. Segundo o Lord Vinheteiro, famoso pianista brasileiro, “não dá para confiar em uma moeda sensível assim.”

Com estilo irreverente, Fabricio André Bernard Di Paolo leva o ensino de piano a sério em suas redes sociais. Pelo seu Twitter, ele se considera o pai da música clássica brasileira, apesar de acumular algumas polêmicas.

Não poupando sua opinião quando quer criticar, Lord Vinheteiro já havia recebido uma nota de repúdio em 2020, quando criticou alunas da ESPM. Desta vez, seu alvo foi o Bitcoin.

Lord Vinheteiro ataca o Bitcoin chamando moeda de “frágil”

Conhecido como pianista, mas também como comediante, Lord Vinheteiro tirou alguns dias para atacar o Bitcoin em seu Twitter.

De acordo com ele, como a moeda atravessa um período de quedas, possivelmente causadas por Elon Musk, o Bitcoin seria mais frágil que os jovens de hoje em dia.

Nos últimos dias ele já havia criticado o Bitcoin em outras oportunidades, chamando a moeda de “ouro dos tolos”. Além disso, ele afirma que não conhece ninguém que tenha ficado rico com Bitcoin, assim como não conhece ninguém que ganhou em loteria.

Ou seja, ele deu a entender que acredita que a criptomoeda poderia ser uma aposta.

Em outra oportunidade, ele brincou que “bilionário de Bitcoin é igual cabeça de bacalhau ou enterro de anão“, situações que ninguém nunca viu.

A crítica do Lord Vinheteiro acontece após alguns dias ruins na cotação do Bitcoin, que cai 41,5% desde sua cotação máxima, em abril de 2021.

Conhecido na internet, Fabrício é fundador da Lord Music Academy e apresentador do Master Podcast.

Seu estilo irreverente de tocar pianos, como um vídeo recente em que toca um hino russo com uma AK-47, ajudaram Lord Vinheteiro a conseguir milhares de fãs em redes sociais.

Agora, além de ser um crítico feroz do estilo musical funk, Fabrício não se mostra um fã do Bitcoin após acompanhar a queda do mercado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Tesla. Imagem: Shutter Stock

Elon Musk diz que Tesla voltará a aceitar Bitcoin

A Tesla começará a aceitar Bitcoin novamente quando a maior parte do processo de mineração da criptomoeda for realizado por fontes de energia renováveis,...
Bitcoin regulação. Imagem: ShutterStock

Deutsche Bank diz que Bitcoin “passou dos limites” e não pode mais ser ignorado

A popularidade crescente do Bitcoin está incomodando governos e bancos centrais. A gota d'água foi a legalização da criptomoeda em El Salvador. De acordo...
Bitcoin Liberdade

Bitcoin, o novo Índice de Liberdade Econômica

Bitcoin pode ser a medida de liberdade mais neutra do mundo que nenhum país pode acusar de ter preconceito ocidental, ao contrário de alguns...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias