Jovem tenta vender máquinas roubadas de minerar criptomoedas e acaba preso

Equipamentos foram recuperados após ação.

Equipamentos de mineração de criptomoedas com placas de vídeo
Equipamentos de mineração de criptomoedas com placas de vídeo

A polícia militar de Goiás prendeu um jovem que roubou vários equipamentos de mineração de criptomoedas, após ele tentar vender os equipamentos pela internet.

Nos últimos anos, a mineração de criptomoedas chamou muita atenção de brasileiros, que viram uma oportunidade de gerar renda extra e até mesmo garantir a sobrevivência com a prática. Isso porque, acompanhando a alta do mercado, minerar criptomoedas se mostrou uma atividade muito rentável no longo prazo.

Essa mineração depende de máquinas específicas para se realizar o trabalho, sendo no caso do Bitcoin as ASICs. Criptomoedas como a Dogecoin e Litecoin, além da Dash também utilizam esses equipamentos.

Já a moeda Ethereum precisa apenas de uma placa de vídeo, sendo mais simples para muitos realizar a atividade nessa rede.

Polícia prende jovem de 21 anos que roubou equipamentos de mineração de criptomoedas

Nos últimos dias no Estado de Goiás, várias pessoas notaram uma conduta suspeita de um jovem de apenas 21 anos que estava visitando lojas e tentando vender alguns equipamentos eletrônicos.

Além disso, ele tentou comercializar as máquinas pela internet, por meio de redes sociais, o que também gerou algumas denúncias a autoridade policial de que ele estaria tentando trocar produtos frutos de crimes de furto.

Com várias denúncias feitas a autoridade policial, o 15.º Batalhão de Polícia Militar, por meio do CPU, buscou o jovem apontado como suspeito. O caso ocorreu em Jataí, interior de Goiás, e viaturas foram até o centro da cidade realizar patrulhamento, quando avistaram o suspeito.

Ao ser encontrado, foi detectado que ele tinha passagens pela polícia por crimes de tráfico e receptação de produtos furtados. Desse modo, a PM-GO informou que foram encontrados com ele equipamentos de mineração de criptomoedas no valor de R$ 60 mil.

“Em poder do infrator da lei foram apreendidos equipamentos eletrônicos furtados, equipamentos estes que são utilizados na mineração de criptomoedas e avaliados em aproximadamente R$60 mil reais.”

Ao ser preso, ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia para providências cabíveis ao caso. O Livecoins tentou contato com a PM para obter mais informações, mas o telefone da instituição não atendeu.

Cuidados com criptomoedas

Esse caso mostra uma situação em que o criminoso furtou equipamentos de mineração de alguma vítima, que provavelmente tentará recuperar seus pertences agora.

Mesmo assim, é importante lembrar que um dos cuidados envolvendo criptomoedas é não compartilhar informações com ninguém sobre o assunto. Isso porque, usuários dessas moedas digitais têm sido alvos de crimes, como roubo, sequestro, estelionato, entre outros mais.

No próprio estado de Goiás, recentemente alguns agentes da Polícia Civil foram presos após sequestrar e exigir um resgate em Bitcoin de uma vítima, supostamente dono de pirâmide financeira, que ostentava em redes sociais uma vida de luxo. Ou seja, mostrar que possui criptomoedas ou equipamentos de mineração em público é uma prática desaconselhada.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias