Médica veterinária vendeu casa para investir com “Faraó dos bitcoins”

Clientes vivem situação desesperadora.

Médica Veterinária frustrada e preocupada
Médica Veterinária frustrada e preocupada

Uma médica veterinária vendeu uma casa para realizar aportes na empresa GAS Consultoria, empresa do “Faraó dos Bitcoins”, sendo mais uma vítima do esquema de pirâmide financeira sob investigação por autoridades do Brasil.

Vitimando clientes de todo país, a GAS, empresa de Glaidson Acácio dos Santos, é acusada de ter movimentado quase R$ 40 bilhões após captar recursos com clientes. Para chamar tanta atenção, eram prometidos rendimentos de 10% ao mês a partir de supostas operações de criptomoedas que eram feitas por traders da empresa.

Com sede em Cabo Frio, essa empresa foi uma das que se destacou na Região dos Lagos com ofertas envolvendo a imagem do Bitcoin, mas outras empresas surgiram na região para se aproveitar da fama. Em 2021, quando a GAS viu seus líderes serem alvos da Polícia Federal, várias outras empresas locais anunciaram o encerramento dos esquemas de pirâmides financeiras.

Médica veterinária vendeu casa para investir com “Faraó dos Bitcoins”

O Livecoins obteve acesso a uma decisão do judiciário do Rio de Janeiro movido por uma cliente do “Faraó dos Bitcoins”, médica veterinária, e vendeu uma casa para realizar aportes em seu negócio.

Pedindo gratuidade na justiça para mover seu processo, ela acabou tendo seu pedido reconhecido, mas negado pelos magistrados. Ela após vender seu imóvel investiu R$ 50 mil na empresa investigada, mas acabou tendo prejuízo com sua negociação.

No caso, em que pesem a afirmação de miserabilidade e a declaração de IRPF acostada aos autos, a autora angariou a monta de R$ 50.000,00 – ainda que por meio da venda de um imóvel — para investir em criptomoedas (“Bitcoins”), o que, decerto, não se coaduna com a situação de miserabilidade econômica nem com a de risco de comprometimento à própria subsistência por conta do pagamento das custas processuais, tanto mais que seu patrimônio declarado à Receita é de R$ 210,177,71 — entre saldos em contas e aplicações – referente ao ano de 2021, além de ser médica veterinária“.

O processo tramita no Rio de Janeiro e caso a veterinária queria continuar a mover sua ação, deverá arcar com as custas do judiciário. Isso mostra as dificuldades que clientes estão atravessando, além do prejuízo no investimento e falta de rendimentos prometidos.

Advogado diz que Glaidson lhe contou que não pagará ninguém enquanto não sair da cadeia

E processos contra a empresa seguem sendo protocolados nos últimos meses, principalmente por a GAS Consultoria Bitcoin não ter planos de restituir clientes.

Em um vídeo publicado pelo advogado Jorge Calazans na última quinta-feira (10), ele explicou para os clientes que visitou o “Faraó dos Bitcoins” na cadeia e conversou com ele. Assim, o próprio Glaidson teria lhe confessado que não pretende pagar ninguém enquanto não sair da prisão.

O advogado também enviou ao Livecoins um documento sobre um plano de ação civil pública contra a GAS Consultoria, que foi protocolada recentemente pelo escritório do advogado David Nigri e pede R$ 17 bilhões do Faraó dos Bitcoins, do qual Calazans também assina.

Jorge comentou sobre a saída da defesa da advogada da venezuelana Mirelis Zerpa do caso, após ela constatar que Glaidson deixou claro que não há planos de pagar clientes, mostrando que nem quem defendia a empresa está acreditando mais.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias