Medo de desastre nuclear derrubou o preço do Bitcoin, diz Forbes

Torres de resfriamento da usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia.
Torres de resfriamento da usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia.

O preço do Bitcoin foi alterado por diversos sentimentos nas últimas semanas devido ao conflito entre a Rússia e Ucrânia, surpreendendo até mesmo especialistas como o brasileiro Pablo Spyer.

Em mais uma reviravolta, o Bitcoin voltou a cair 10% nos últimos três dias, aproximando-se dos 40.000 dólares nesta sexta-feira (4). Segundo artigo da Forbes, tal queda estaria relacionada ao medo de um desastre nuclear semelhante ao de Chernobyl.

Apontando um incêndio na usina nuclear de Zaporizhzhia, cidade da Ucrânia, a matéria da Forbes aponta que este teria sido o “catalisador mais imediato” da queda de preço do Bitcoin.

Possível desastre nuclear e preço do Bitcoin

Segundo informações do Yahoo, tropas russas estão efetuando disparos de fogo em direção a usina nuclear de Zaporizhzhia na Ucrânia, causando um incêndio em um dos prédios da usina.

A preocupação, tanto dos ucranianos quando mundial, é que caso a usina de Zaporizhzhia explodir, isto terá um efeito dez vezes pior do que o acidente nuclear de Chernobyl que causou milhares de mortes diretas e indiretas.

Devido a isso, a Forbes publicou um artigo intitulado “Medos sobre o colapso nuclear no estilo de Chernobyl fazem o Bitcoin cair da noite para o dia”, em tradução literal, apontando a queda de 4,79% do Bitcoin nesta sexta-feira.

Embora tal risco seja de fato preocupante, é difícil concordar que este foi o motivo do recuo do Bitcoin. Afinal, seu preço já estava em queda antes disso.

Contudo, o artigo da Forbes mostra que uma queda brusca de preço ocorreu pouco após o incêndio na usina ter início, às 21 horas, no horário de Brasília.

Queda do Bitcoin, momentos após incêndio na usina nuclear de Zaporizhzhia.

Coincidência ou não, esta é uma prova que o Bitcoin pode estar inteiramente ligado aos acontecimentos do mundo. Além disso, por ser negociável 24/7 ao redor do mundo, seu preço pode refletir sentimentos rapidamente.

Por fim, notícias apontam que o incêndio já foi controlado e que, devido a melhorias nos padrões de segurança, usinas modernas como a de Zaporizhzhia só causariam acidentes nucleares caso ataques tivessem esta intenção. Apesar da boa notícia, o preço do Bitcoin não voltou a subir.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias