Mercado Bitcoin projeta IPO no Brasil

Uma das maiores corretoras de criptomoedas no Brasil em volume de negociações diárias.

Siga no
Corretora Brasileira Mercado Bitcoin
Corretora Brasileira Mercado Bitcoin - Imagem: Reprodução/Facebook

A primeira corretora de Bitcoin brasileira deu mais um passo importante nos últimos dias. Ao receber um aporte de grandes fundos de investidores, o Mercado Bitcoin espera um grande crescimento no mercado latino americano.

Com a expansão, a empresa espera se tornar uma das maiores do mundo ao longo do tempo. Em nota ao Valor, o fundador do Mercado Bitcoin, Gustavo Chamati, afirmou que sempre imaginou o Bitcoin ligado ao mercado financeiro.

O valor do aporte não foi revelado ao público, mas dá um ânimo para as operações já aquecidas do Mercado Bitcoin.

De acordo com um diretor da corretora, a captação anunciada pela empresa foi um movimento importante. Inclusive, poderia projetar um eventual IPO do Mercado Bitcoin, que poderia ter suas ações em bolsa no Brasil no futuro.

O volume da corretora no mês de janeiro de 2021 já é equivalente à metade do negociado em 2020. Ou seja, a operação do Mercado Bitcoin tem crescido muito no ano.

Mercado Bitcoin recebe aporte de grandes empresas de investimentos e mira ser uma das cinco maiores do mundo

Com o aporte recebido pela corretora, o fundador acredita que deu um passo na direção em que acreditava. A empresa, que recentemente criou o token para o Clube Vasco da Gama, espera crescer ainda mais com aplicações blockchain, no Brasil e América Latina.

Participaram da rodada de investimentos a GP Investimentos, Parallax Ventures, Banco Plural, FIP de HS Investimentos e Gear Ventures. Apesar dos valores não divulgados, o negócio consolida o plano de expansão do Mercado Bitcoin.

O CEO da corretora, Reinaldo Rabelo, destacou que espera ver o Mercado Bitcoin no nível de corretoras dos Estados Unidos. Países como Chile, Argentina e México serão os prováveis destinos do Mercado Bitcoin, afirmou Reinaldo.

Diretor destaca potencial da captação até para um futuro IPO da corretora

Com o plano de expansão do Mercado Bitcoin agora conhecido, a fintech com sede em São Paulo mostrou atenção ao futuro do ecossistema de criptomoedas.

Contudo, os internautas já começaram a especular sobre o futuro da corretora. Um deles questionou o Mercado Bitcoin pelo Twitter sobre uma eventual listagem de ações na bolsa de valores.

O processo conhecido como IPO (Oferta Inicial Pública), logo foi esclarecido pelo Diretor do Mercado Bitcoin, Fabrício Tota, que projeta um eventual lançamento no futuro.

De acordo com ele, o Mercado Bitcoin ganhou um bom folego com a recente captação. Dessa forma, as bases de um eventual IPO da corretora estão criadas, sem determinar quando a corretora poderia dar início ao processo no Brasil.

Tota ainda idealizou um IPO tokenizado, usando a própria estrutura do Mercado Bitcoin. Apesar de ainda ser uma projeção, no Brasil nenhuma empresa do mercado de criptomoedas está listada na B3.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Chia SSD

Mineração da criptomoeda Chia pode destruir seu SSD em 40 dias

ChUma nova criptomoeda chamada Chia foi lançada recentemente com o objetivo de resolver problemas conhecidos de mineração. Diferente do Bitcoin, Ethereum e outras moedas, a...
Criptomoeda Ethereum ao lado do Bitcoin

Mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin

Os mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin, de acordo com dados divulgados por um estudo do The Block. A mineração de...
Criptomoeda Bitcoin sobre notas de Dólar dos Estados Unidos

46 milhões de americanos investiram em criptomoedas, aponta pesquisa

O número de pessoas que já compraram criptomoedas nos Estados Unidos tem aumentado nos últimos anos. De acordo com um novo levantamento, 46 milhões...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias