Meta abre vagas no Brasil e exige conhecimento em blockchain

Empresa ex-Facebook de olho na tecnologia das criptomoedas.

Companhia Meta, ex-Facebook
Companhia Meta, ex-Facebook

A Meta (ex-Facebook) abriu duas vagas para a América Latina que mostra o interesse em blockchain. Com escritórios no Brasil, México e outros países da região, os profissionais atuarão na alta hierarquia da empresa.

É claro que não é mais surpresa que a Meta tenha interesse na tecnologia blockchain, visto que nos últimos anos a empresa quase lançou sua própria criptomoeda. Sua moeda que chamaria Libra, depois Diem e agora praticamente foi abandonada certamente mostrou que iniciativas foram tentadas.

Mas o foco da Meta agora é o ambiente virtual do metaverso, do qual segue sendo explorado em iniciativas. Para trabalhar com este setor, contudo, os profissionais devem se atentar para as tecnologias ligadas.

Meta abre vagas no Brasil e pede interesse e conhecimento em blockchain

Em duas vagas de trabalho abertas nos últimos dias no Brasil, a Meta deixou claro seu grande interesse na tecnologia do metaverso, mas também em blockchain.

Isso porque, para o cargo de “Gerente de campanhas e programas de políticas“, do Reality Labs, o profissional deve conhecer questões sociais e políticas ligadas ao blockchain, inteligência artificial e XR.

“Você deve ter um interesse de longa data no Metaverso e estar familiarizado com questões sociais e políticas relacionadas a tecnologias relevantes, como XR, blockchain e IA.”

Já a vaga de Gerente de Políticas Públicas é mais claro quanto a exigência de conhecimentos em blockchain. Essa exigência tem ligação com um suposto meio de pagamento do metaverso que teria ligações com a tecnologia blockchain.

“Coordenar e aconselhar as equipes de Meta e MFT que trabalham em pagamentos, comércio conversacional, tecnologias blockchain e metaverso para a América Latina”.

Ambos os gerentes poderão trabalhar do Brasil ou qualquer país da região da América Latina que tenha escritórios da companhia global.

Grandes empresas na América Latina exigindo conhecimentos em blockchain

Embora a Meta detenha uma vaga exigindo que candidatos conheçam da tecnologia blockchain, outras grandes empresas que atuam na região fazem o mesmo movimento.

No caso do mercado financeiro, a Mastercard publicou uma vaga para Analista Sênior, que determina que profissionais que conheçam de blockchain e criptomoedas terão grande vantagem no processo seletivo. Já sua principal concorrente abriu uma vaga para Gerente Visa Crypto, onde o profissional deve ter grandes habilidades no setor.

Ou seja, o interesse pela atuação com blockchain e criptomoedas na região da América Latina seguem crescendo entre grandes empresas, e com vários casos de uso, seja no setor financeiro ou de metaversos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias