MicroStrategy revela patamar de preço que a obrigaria a vender seus bitcoins

Apesar de Michael Saylor já ter afirmado que a MicroStrategy jamais venderá seus bitcoins, o último relatório aponta que a empresa precisará vender parte de seus bitcoins caso o Bitcoin atinja certo patamar de preço.

MicroStrategy e Bitcoin
MicroStrategy e Bitcoin

A MicroStrategy, empresa pública com maior número de bitcoins em caixa, revelou o patamar de preço que a obrigaria a vender parte de seus bitcoins. Tal liquidação seria apenas de uma pequena fração do total, obtida por empréstimos, segundo o direto financeiro da mesma.

A reunião sobre o rendimento da empresa no primeiro trimestre de 2022 também contou com a presença do CEO, Michael Saylor. Este ressaltou diversos acontecimentos ligados às criptomoedas no período, como a greve dos caminhoneiros do Canadá, a guerra na Ucrânia, as sanções à Rússia e outros eventos.

Sobretudo, Saylor manteve-se confiante no futuro do Bitcoin, afirmando que bilhões de pessoas estão percebendo a necessidade de um ativo digital, não controlado por um Estado, que possa ser usado como reserva de valor.

Maior touro do mercado

Atualmente, a MicroStrategy possui 129.218 bitcoins em caixa, equivalentes a 24,5 bilhões de reais. Tal montante faz com que a empresa de Michael Saylor seja a maior detentora desta criptomoeda, seguida pela Tesla, de Elon Musk, que possui 42.902 (R$ 8,1 bi).

Em relação ao preço médio, pago pela MicroStrategy por cada Bitcoin, estima-se que esteja na casa dos 30 mil dólares. Isso deixa a empresa no lucro, afinal 1 BTC está sendo negociado por US$ 37.000 no momento desta redação.

Preço de liquidação da MicroStrategy

Apesar de Michael Saylor já ter afirmado que a MicroStrategy jamais venderá seus bitcoins, o último relatório aponta que a empresa precisará vender parte de seus bitcoins caso o Bitcoin atinja certo patamar de preço.

Tal venda seria obrigatória conforme alguns bitcoins da empresa foram adquiridos através de empréstimos com chamada de margem. Entretanto, Phong Le, diretor financeiro da empresa, afirma ser um montante pequeno quando comparado ao total.

“O Bitcoin precisa cair pela metade ou cerca de US$ 21.000 antes de termos uma chamada de margem.”

Portanto, parece que o limite da MicroStrategy é de US$ 21.000 (R$ 105.000) por cada Bitcoin. Apesar disso, o diretor financeiro lembrou que 74% dos bitcoins (95.643 BTC) da MicroStrategy foram comprados sem empréstimos, excluindo tal montante deste risco.

Michael Saylor segue confiante

Apesar da preocupação com um cenário caótico, onde o Bitcoin cairia 50%, a MicroStrategy segue confiante em seus investimentos. Como exemplo disso, seu CEO, Michael Saylor, afirmou que a empresa está querendo aumentar o número de bitcoins em seu caixa.

“Vamos trabalhar para aumentar nossas participações em Bitcoin ao longo do tempo crescentemente. Então, não estamos negociando Bitcoin, não estamos vendendo Bitcoin, estamos segurando Bitcoin.”

Por fim, além de estar animado com os recentes planos da Fidelity em permitir o uso de Bitcoin em planos de aposentadoria, Saylor também afirmou que “bilhões de pessoas estão percebendo a necessidade de uma reserva de valor não soberana”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias