Binance se alia a Elon Musk com investimento bilionário para compra do Twitter

Além da Binance, outras empresas ligadas às criptomoedas estarão financiando a compra do Twitter. Como exemplo, podemos citar a polêmica Andreessen Horowitz, também conhecida como a16z, com um investimento de US$ 400 milhões (R$ 2 bi). Bem como a Sequoia, que há investe no setor, com participação de US$ 800 milhões (R$ 4 bi).

Changpeng Zhao, CEO da Binance, em entrevista à Fortune. Fonte: Reprodução.
Changpeng Zhao, CEO da Binance, em entrevista à Fortune. Fonte: Reprodução.

A Binance, maior exchange de criptomoedas por volume do mundo, estará ajudando Elon Musk a comprar o Twitter. Segundo documento encontrado no site da CVM americana, a exchange contribuirá com 500 milhões de dólares, equivalente a 2,5 bilhões de reais.

Além da Binance, Elon Musk conseguiu o apoio de outras 17 empresas, arrecadando um montante total de US$ 7,13 bilhões (R$ 35,4 bi). Desta forma, a jogada do bilionário pode ser menos arriscada, afinal anteriormente este montante estava ligado a empréstimo de margem contra ações da Tesla, sua própria empresa.

Apesar destes R$ 35 bilhões parecerem uma quantia grande, vale lembrar que o montante total da compra é de R$ 219 bilhões (US$ 44 bi). Portanto, Musk ainda está apostando alto demais nesta rede social que nunca chegou perto de suas concorrentes.

Crypto Twitter, diz CEO da Binance

Através do próprio Twitter, Changpeng Zhao, fundador e CEO da Binance, mostrou-se feliz em ajudar Elon Musk na compra da rede social. Compartilhando a notícia publicada pelo The Block, Zhao comentou apenas duas palavras: “Crypto Twitter”.

Tal investimento é mais um exemplo de como a Binance está de olho na diversificação. Recententemente, a empresa investiu US$ 200 milhões (R$ 1 bi) na Forbes, revista que cita Zhao como um dos homens mais ricos do mundo. Entretanto, a aposta no Twitter é 2,5 vezes maior, com um montante de US$ 500 milhões, equivalentes a 2,5 bilhões de reais.

Além da Binance, outras empresas ligadas às criptomoedas estarão financiando a compra do Twitter. Como exemplo, podemos citar a polêmica Andreessen Horowitz, também conhecida como a16z, com um investimento de US$ 400 milhões (R$ 2 bi). Bem como a Sequoia, que há investe no setor, com participação de US$ 800 milhões (R$ 4 bi).

Desta forma, é possível que tais empresas estejam imaginando um Twitter focado em criptomoedas. Afinal, além da inovação, as empresas de Musk são conhecidas por serem pioneiras na adoção do Bitcoin como reserva de valor.

Financiamento para compra do Twitter

Além das empresas citadas acima, outra muito confiante no futuro do Bitcoin, que aparece no documento encontrado na SEC, é a Fidelity. Na semana passada, esta mesma empresa mostrou-se empenhada na causa, oferecendo a opção de usar Bitcoin em planos de aposentadoria. Curiosamente, esta é a única com registro de valores quebrados, US$ 316.139.386, como mostrado na lista abaixo.

  • A.M. Management & Consulting — US$ 25.000.000
  • AH Capital Management, L.L.C. (a16z) — US$ 400.000.000
  • Aliya Capital Partners LLC — US$ 360.000.000
  • BAMCO, Inc. (Baron) — US$ 100.000.000
  • Binance — US$ 500.000.000
  • Brookfield — US$ 250.000.000
  • DFJ Growth IV Partners. LLC — US$ 100.000.000
  • Fidelity Management & Research Company LLC — US$ 316.139.386
  • Honeycomb Asset Management LP — US$ 5.000.000
  • Key Wealth Advisors LLC — US$ 30.000.000
  • Lawrence J. Ellison Revocable Trust — US$ 1.000.000.000
  • Litani Ventures — US$ 25.000.000
  • Qatar Holding LLC — US$ 375.000.000
  • Sequoia Capital Fund. L.P. — US$ 800.000.000
  • Strauss Capital LLC — US$ 150.000.000
  • Tresser Blvd 402 LLC (Cartenna) — US$ 8.500.000
  • VyCapital — US$ 700.000.000
  • Witkoff Capital — US$ 100.000.000

Desta forma, o montante total é de US$ 7,14 bilhões (R$ 35,4 bi). Contudo, o interessante são os US$ 500 milhões da Binance, afinal este investimento parece encerrar de vez a briga entre Zhao e Musk. No passado, ambos discutiram devido a saques travados de Dogecoin na Binance, o que resultou em ataques de ambos envolvidos.

Graças a este apoio financeiro, o investimento de Elon Musk passa a ser menos arriscado. Além disso, estima-se que o apoio de tantas gigantes ligadas às criptomoedas tenha impacto no futuro do Twitter. Em especial, a Binance trouxe diversas inovações ao setor, principalmente com o uso de seu token, o BNB, o que ajudou na sua ascensão. Portanto, é esperado que o mesmo aconteça no Twitter, porém com o Bitcoin como moeda padrão.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias