Minerador de Bitcoin solitário ganha mais de R$ 1 milhão ao vencer a rede

Pote de ouro digital encontrado: recompensa é de 6,25 BTCs mais as transações que foram incluídas no bloco.

Siga no
Minerador de Bitcoin
Minerador de Bitcoin

Para um minerador de Bitcoin solitário, a saída de empresas da China pode ter sido uma oportunidade de uma vida. Isso porque, com pouco poder de mineração, ele encontrou sozinho um bloco válido na rede da moeda digital.

Vale o destaque que a dificuldade de mineração caiu 28% nos últimos dias, a maior queda da história do Bitcoin. O motivo é que a China baniu os mineradores do país.

Ainda em processo de mudança, as empresas chinesas não conseguiram se estabelecer em outros locais. Com isso, oportunidades surgiram para quem continuou trabalhando pela segurança da rede Bitcoin.

Minerador solitário de Bitcoin recebeu sozinho uma recompensa pela mineração

O caso aconteceu na última sexta-feira (2), quando um minerador desconhecido, e solitário, validou sozinho o bloco na altura 689.382. Esse bloco, que já conta com mais de 500 confirmações na rede hoje, acabou se tornando mais uma lenda da história do Bitcoin.

Isso porque, de acordo com o Dr. Con Kolivas, administrador da pool solo.ckpool, isso era improvável de acontecer mesmo com 100 anos de atividade na rede sozinho.

“Parabéns ao minerador sortudo que resolveu sozinho um bloco de bitcoin em http://solo.ckpool.org minerando com aproximadamente 100TH.”

Ao resolver o bloco 689.382, o minerador recebeu como recompensa pela rede 6,25 BTCs, que, segundo o preço do Bitcoin hoje, equivalem a R$ 1,098 milhão.

Considerando que a taxa da rede recebida no bloco ainda foi de R$ 36 mil, debitando R$ 21 mil de taxa de transação, o sortudo minerador de Bitcoin recebeu ao todo R$ 1,113 milhão de recompensa.

Vale notar que essa mineração aconteceu antes da queda da dificuldade da rede, ou seja, pode ter realmente sido uma sorte.

A solo.ckpool afirma em seu site que “se você encontrar um bloco, 98% da recompensa do bloco + taxas de transação serão gerados diretamente no seu endereço de bitcoin.

Dessa forma, fica claro que a recompensa encontrada pelo sortudo foi encaminhada diretamente para ele. Contudo, pode ter ajudado na ocorrência do estranho fato que a Taxa de Hashs da rede do Bitcoin tenha despencado para níveis de setembro de 2019.

Taxa de Hash da rede Bitcoin chega ao mesmo nível de setembro de 2019
Taxa de Hash da rede Bitcoin, com média de sete dias, chega ao mesmo nível de setembro de 2019/Blockchain.com

Essa queda na taxa pode ser uma oportunidade para que novos mineradores surjam no mercado. Isso porque, com menos exigência de equipamentos sofisticados, antigos mineradores podem voltar a ligar suas máquinas e até novas empresas entrarem no mercado.

Mesmo assim, dificilmente a rede verá um novo minerador solitário de Bitcoin ter a mesma sorte que a encontrada no bloco 689.382.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Claudio Oliveira. "Rei do Bitcoin"

‘Rei do Bitcoin’ e mais oito pessoas são indiciadas por fraude bilionária

O "Rei do Bitcoin", Cláudio Oliveira, fundador do Bitcoin Banco, e mais oito pessoas foram indiciadas em seis crimes que causaram um prejuízo bilionário...

Ethereum vai ultrapassar o Bitcoin, diz CEO da Pantera Capital

O Ethereum está prestes a passar por uma de suas mais importantes atualizações, o hard fork London, em preparação para o Ethereum 2.0. Essa...

TradingView: Mercado cripto ainda tímido, analistas otimistas

Após forte alta, mercado sofre breve retração, que não foi o suficiente para tirar as esperanças dos analistas. Confira os estudos do TradingView. Lorena Almada O...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias