Na mira de Paulo Guedes, Serpro usará tecnologia blockchain

Impacto no setor aduaneiro!

-

Siga no
Ministro da Economia do Brasil Paulo Guedes
Ministro da Economia do Brasil Paulo Guedes - Imagem/Reprodução
Anúncio

Um dos setores fundamentais da economia é o balanço das exportações e importações realizadas. Responsável pelas informações no Brasil, a Serpro irá utilizar a tecnologia blockchain após pressão do Ministro Paulo Guedes.

De fato, saber as informações corretas é fundamental para o gerenciamento de uma economia como a brasileira. Neste sentido, a Serpro tem sido acusada de negligenciar informações vitais para o bom andamento da gestão.

Com a ineficiência da Serpro, até a privatização já chegou a ser cogitada por Paulo Guedes. O governo brasileiro foi acusado de prover informações contábeis alteradas, ao que alguns críticos chamaram de “contabilidade criativa”.

Serpro anunciou ferramenta com tecnologia blockchain para uso na aduana brasileira

Anúncio

A aduana brasileira controla a entrada e saída de mercadorias, fazendo acompanhamento desses dados todos os dias. Ter a métrica correta é fundamental para uma boa gestão da economia.

De acordo com um Comunicado Institucional da Serpro, uma nova ferramenta virá ao suporte do controle aduaneiro. A ideia é testar a nova ferramenta por hora apenas para importações e exportações no Mercosul, já para início no primeiro trimestre de 2020.

Nomeada bConnect (não é BitConnect), a solução será integrada primeiramente entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Para Paulo Ramos, representante do Serpro, “a rede bConnect começará permitindo o compartilhamento de informações de Operadores Econômicos Autorizados (OEA), porém já há previsão de incremento da rede para atender o compartilhamento de informações de Declarações Aduaneiras“.

Um dos autores do projeto bConnect foi Sérgio Alencar, que é auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil. A blockchain será utilizada em três vertentes, Segurança, Garantias e Baixo Custo, que serão fundamentais para o sucesso do projeto. Há ainda uma clara intenção de que, se o projeto funcionar, seja utilizado em outros acordos comerciais.

Nossa tentativa com o bConnect é ver se blockchain nos garante três coisas: em primeiro lugar, segurança. A segurança de que a informação com que estamos lidando não pode ser alterada indevidamente. Em segundo lugar, precisamos garantir o reconhecimento da identidade de quem está alimentando ou alterando o sistema. Ou seja, a ferramenta precisa assegurar que quem está colocando a informação é realmente o representante legal do Brasil, do Paraguai, do Uruguai, da Argentina. Em terceiro lugar temos a questão do custo: é baixo? Requer pouco investimento para criar e desenvolver? Então, se tivermos confirmação desses três pontos (é seguro; existe uma certificação da identidade do gestor da informação, e o custo desse projeto é baixo), então poderemos oferecer essa ferramenta para troca de informações, não só para o Mercosul, como para qualquer outro acordo comercial.

Após erros, Ministro Paulo Guedes quer vender Serpro e Dataprev

No último dia 9, de acordo com o Correio Braziliense, o Ministro Paulo Guedes teria se reunido com sua equipe na Serpro. Um dos pontos seria a discussão da venda da Serpro, com o estopim dos dados errados fornecidos ao ministro. A Dataprev é outra instituição do governo federal que estaria na mira de privatizações.

A Serpro teria fornecido dados ao Ministro que mostravam a balança comercial com saldo positivo. Isso porque os dados demostravam um bom número para as exportações brasileiras.

Contudo, após uma auditoria nas informações o governo teve que divulgar uma errata para o mercado sobre os dados incorretos. No momento em que a divulgação se fez necessária, o Dólar estava no auge da valorização, ou seja, houve mais impacto com a divulgação.

Após os problemas, a ideia é que a Serpro tenha sua privatização acelerada por Paulo Guedes, mesmo com a nova tecnologia blockchain entrando em funcionamento.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Investimento em prejuízo no Brasil

Investimento mais conservador do Brasil dando prejuízo

Muitos que procuram investir nas criptomoedas, como Bitcoin, por exemplo, acreditam que a moeda oferece grandes riscos como reserva de valor. Mas na pandemia...

Influenciadores do TikTok receberam R$ 2.7 milhões promovendo golpes

Alguns criadores de conteúdo do TikTok estavam promovendo aplicativos com Adwares e Cavalos de Tróia embutidos. O dinheiro arrecadado pelos influenciadores com a promoção...
Corretora de Bitcoin Foxbit

Foxbit perde ação contra Caixa Econômica Federal

Mais uma corretora de Bitcoin no Brasil entrou na justiça contra uma instituição bancária e teve problemas. Isso porque, a Foxbit perdeu uma ação...

Últimas notícias

Binance Webinar em Português fala sobre game baseado em Bitcoin

A Binance organizou um evento para a próxima quinta-feira no Brasil. O webinar da Binance, em português, falará sobre games e cripto, fazendo a...

Como a crise ajudou na popularização do Bitcoin?

Com a notícia da pandemia do coronavírus todo o mercado de investimentos tradicional e digital foi impactado com a notícia. Sendo assim, as criptomoedas...

Influenciadores do TikTok receberam R$ 2.7 milhões promovendo golpes

Alguns criadores de conteúdo do TikTok estavam promovendo aplicativos com Adwares e Cavalos de Tróia embutidos. O dinheiro arrecadado pelos influenciadores com a promoção...