Início Bitcoin Não é o halving que fará o preço do Bitcoin ultrapassar U$...

Não é o halving que fará o preço do Bitcoin ultrapassar U$ 20 mil em 2020

Analista quase acertou previsão no último ano!

1729
Olho com Bitcoin
Olho com Bitcoin

O Bitcoin é uma das principais moedas a se valorizar no início de 2020. Além disso, é esperado um forte movimento de alta do preço do Bitcoin no ano, que poderia até ultrapassar U$ 20 mil com o halving.

Para um analista, o evento é sim muito importante, uma vez que haverá uma menor emissão de moedas no mercado. O halving é um cenário esperado pela comunidade de Bitcoin como uma alavanca nos preços da moeda.

O halving fará a emissão de Bitcoin por bloco ser cortada pela metade, diminuindo até a inflação da moeda. Com isso, uma menor pressão vendedora por parte dos mineradores poderia ser percebida nas corretoras. Certamente, este evento é esperado como catalisador de aumento nos preços, mas não é o principal para um analista.

Não é o halving que fará o preço do Bitcoin ultrapassar sua alta histórica de U$ 20 mil

De fato que a alta histórica do Bitcoin já deixa saudade em traders da maior moeda digital do mundo. Em 16 de dezembro de 2017, a cotação do Bitcoin ultrapassou ligeiramente os U$ 20 mil em algumas corretoras.

Com isso, já fazem mais que dois anos desde que o preço do Bitcoin viu seu auge. Para voltar a valorizar o que perdeu, de acordo com o CoinGoLive, o Bitcoin deve aumentar de preço em 143%, considerando a cotação em U$ 8 mil.

Para um analista, o auge do Bitcoin será renovado em 2020, ultrapassando a marca anteriormente vista. A otimista previsão foi compartilhada por Sonny Singh, diretor comercial da BitPay.

O analista teve uma das melhores previsões de preços para o Bitcoin em 2019, errando sua previsão por pouco. Em entrevista para a Bloomberg em 2018, Singh afirmou que o Bitcoin seria negociado próximo de U$ 15 mil em 2019. Naquele ano, a maior alta foi superior a U$ 13 mil, com vários analistas errando suas previsões.

Renovação da previsão pode mostrar um cenário inesperado

Para Sonny Singh, novamente em entrevista para a Bloomberg, o Bitcoin irá escalar acima de U$ 20 mil. Para o analista, o mercado de Bitcoin é feito pela oferta e demanda de traders, sendo indicadores técnicos e fundamentalistas importantes para a composição do preço da moeda.

Contudo, não é apenas esse cenário que tem chamado sua atenção para o preço do Bitcoin. Para Singh, o preço da moeda está sujeita a eventos inesperados, que podem afetar diretamente para cima quando disparados. A tensão no Irã, por exemplo, causou um enorme pump nos preços do Bitcoin, que não era esperado por ninguém.

Dessa forma, o analista afirmou que não será o halving o principal evento de 2020 para o Bitcoin, mas sim um fenômeno desconhecido. Singh afirmou que o lançamento da Libra e até uma eventual legalização do Bitcoin por parte da China, Rússia ou Índia poderia impactar a moeda. Ou seja, um evento fora do esperado, poderia ser o que levaria o Bitcoin a novos topos históricos.

O analista lembrou que as altcoins poderiam não acompanhar a escalada do Bitcoin, uma vez que seu comportamento de preços não tem sido positivo. Mesmo assim, a principal moeda do mundo estaria com a infraestrutura pronta para um novo ciclo de alta, desta vez mais madura do que em 2017. Na época, corretoras tiveram problemas com cadastros de novos usuários e com travamentos durante as negociações.

Além disso, empresas que criam soluções para o Bitcoin se desenvolveram, criando aplicações úteis ao ecossistema. Confira a entrevista do analista para a Bloomberg no vídeo abaixo:

---------------------------------------------- BitcoinTrade: 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos! Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! www.bitcointrade.com.br