Não é o halving que fará o preço do Bitcoin ultrapassar U$ 20 mil em 2020

Analista quase acertou previsão no último ano!

Siga no
Olho com Bitcoin
Olho com Bitcoin

O Bitcoin é uma das principais moedas a se valorizar no início de 2020. Além disso, é esperado um forte movimento de alta do preço do Bitcoin no ano, que poderia até ultrapassar U$ 20 mil com o halving.

Para um analista, o evento é sim muito importante, uma vez que haverá uma menor emissão de moedas no mercado. O halving é um cenário esperado pela comunidade de Bitcoin como uma alavanca nos preços da moeda.

O halving fará a emissão de Bitcoin por bloco ser cortada pela metade, diminuindo até a inflação da moeda. Com isso, uma menor pressão vendedora por parte dos mineradores poderia ser percebida nas corretoras. Certamente, este evento é esperado como catalisador de aumento nos preços, mas não é o principal para um analista.

Não é o halving que fará o preço do Bitcoin ultrapassar sua alta histórica de U$ 20 mil

De fato que a alta histórica do Bitcoin já deixa saudade em traders da maior moeda digital do mundo. Em 16 de dezembro de 2017, a cotação do Bitcoin ultrapassou ligeiramente os U$ 20 mil em algumas corretoras.

Com isso, já fazem mais que dois anos desde que o preço do Bitcoin viu seu auge. Para voltar a valorizar o que perdeu, de acordo com o CoinGoLive, o Bitcoin deve aumentar de preço em 143%, considerando a cotação em U$ 8 mil.

Para um analista, o auge do Bitcoin será renovado em 2020, ultrapassando a marca anteriormente vista. A otimista previsão foi compartilhada por Sonny Singh, diretor comercial da BitPay.

O analista teve uma das melhores previsões de preços para o Bitcoin em 2019, errando sua previsão por pouco. Em entrevista para a Bloomberg em 2018, Singh afirmou que o Bitcoin seria negociado próximo de U$ 15 mil em 2019. Naquele ano, a maior alta foi superior a U$ 13 mil, com vários analistas errando suas previsões.

Renovação da previsão pode mostrar um cenário inesperado

Para Sonny Singh, novamente em entrevista para a Bloomberg, o Bitcoin irá escalar acima de U$ 20 mil. Para o analista, o mercado de Bitcoin é feito pela oferta e demanda de traders, sendo indicadores técnicos e fundamentalistas importantes para a composição do preço da moeda.

Contudo, não é apenas esse cenário que tem chamado sua atenção para o preço do Bitcoin. Para Singh, o preço da moeda está sujeita a eventos inesperados, que podem afetar diretamente para cima quando disparados. A tensão no Irã, por exemplo, causou um enorme pump nos preços do Bitcoin, que não era esperado por ninguém.

Dessa forma, o analista afirmou que não será o halving o principal evento de 2020 para o Bitcoin, mas sim um fenômeno desconhecido. Singh afirmou que o lançamento da Libra e até uma eventual legalização do Bitcoin por parte da China, Rússia ou Índia poderia impactar a moeda. Ou seja, um evento fora do esperado, poderia ser o que levaria o Bitcoin a novos topos históricos.

O analista lembrou que as altcoins poderiam não acompanhar a escalada do Bitcoin, uma vez que seu comportamento de preços não tem sido positivo. Mesmo assim, a principal moeda do mundo estaria com a infraestrutura pronta para um novo ciclo de alta, desta vez mais madura do que em 2017. Na época, corretoras tiveram problemas com cadastros de novos usuários e com travamentos durante as negociações.

Além disso, empresas que criam soluções para o Bitcoin se desenvolveram, criando aplicações úteis ao ecossistema. Confira a entrevista do analista para a Bloomberg no vídeo abaixo:

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias