Petro Venezuela Maduro

Bolívar, a moeda da Venezuela, sofreu uma desvalorização de 95% no último final de semana, o que despertou o interesse na criptomoeda criada por Nicolás Maduro, a Petro.

Existem diversos motivos que motivaram a Venezuela a criar sua própria criptomoeda, a desvalorização do Bolivar foi, de fato, uma das principais razões.

A inflação do país já estava prevista para chegar a 1 milhão por cento este ano. As autoridades tentam compensar o problema parcialmente elevando o salário mínimo 3.500 por cento para o equivalente a 30 dólares por mês.

A desvalorização vem ao mesmo tempo em que o governo está redenominando a moeda reduzindo cinco zeros e introduzindo novas contas e uma mudança de nome.

Então, em vez de o novo salário mínimo ser de 180 milhões de bolívares, serão 1.800 bolívares soberanos (A nova moeda do país).

A criptomoeda Petro tem sido oferecida ao público há meses, no entanto, mistérios ainda pairam sobre a ela, assustando investidores de participar do mercado.

O valor do novo bolívar estará ligado a Petro – é a primeira vez que um governo empregou a técnica.

----- Publicidade ------ 
BitcoinTrade
-----

Petro é apoiado por petróleo e é avaliado pelo governo em US $ 60, ou 3.600 bolívares soberanos.

De acordo com o presidente da Venezuela, Maduro, Petro é um “ ativo de criptografia soberano apoiado e emitido pelo estado venezuelano ” e está ligado às reservas de petróleo do país.

De acordo com o white paper publicado em janeiro, 100 milhões de tokens Petro seriam distribuídos e mais nenhum token poderia ser criado.

O token deve representar o preço do barril de petroleo do dia anterior e atuar como uma moeda legal para pagar impostos, no entanto, o valor de negociação do token não é relatado.

Vários sites de classificação de criptomoedas consideram o token da Petro uma fraude.

As classificações negativas são motivadas pela falta de transparência por trás do funcionamento do token.

Outra preocupação é se o governo é capaz de lidar com a tecnologia blockchain.

As criptomoedas foram criadas para serem descentralizadas e livres de terceiros ou o governo e a Petro não.

Maduro acreditava que a Petro seria um grande trunfo para a nação especialmente para obter bens e serviços em todo o mundo e deveria ser uma solução para a escassez de dólares do país devido a sanções impostas pelos EUA.

A Venezuela aprovou o uso da Petro e de todas as outras criptomoedas em locais turísticos, no entanto, muitos países não desejam comprar a Petro, uma vez que não há certeza se a compra realmente equivalerá a uma quantidade específica de petróleo.

XDEX: Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado. Abra sua conta, é grátis! 

Quer saber mais sobre Bitcoin, criptomoedas e Blockchain? Nós podemos te ajudar, siga no: Google News, Facebook, Twitter, Feedly, Flipboard, Telegram, Whatsapp, Instagram, ou receba por e-mail.