Nigerianos recorrem ao Bitcoin para fugir do colapso financeiro

A exchange peer-to-peer LocalBitcoins registrou um aumento de 258% nas compras de BTC em comparação com a semana passada.

O Bitcoin tem sido associado por tempos a uma solução para problemas com a inflação e em alguns lugares é possível notar que as pessoas estão adotando o Bitcoin com esse objetivo, principalmente em países onde a estrutura financeira está em colapso.

Uma pesquisa aponta que os cidadãos da Nigéria estão adquirindo Bitcoin em grandes quantidades e de forma ativa, não apenas como investimento, mas também como forma de proteger seu dinheiro.

Especialistas observaram que a popularidade das moedas digitais cresceu consideravelmente no país e em seus vizinhos. Um dos principais motivos seria o fato do Bitcoin e de stablecoins resolverem muitos problemas da população local devido à instabilidade da unidade de pagamento local, a moeda Naira.

Como outras moedas ao redor do mundo, a moeda fiduciária da Nigéria sofre com problemas de inflação e vem desvalorizando consideravelmente. O colapso da moeda nacional da Nigéria levou muitos residentes do país a usar opções alternativas de investimento e de reserva de valor.

A exchange peer-to-peer LocalBitcoins registrou um aumento de 258% nas compras de BTC em comparação com a semana passada. O aumento no interesse pelo Bitcoin e também pelas stablecoins veio após declarações do Banco Central da Nigéria que praticamente proibiu os moradores do país de trocar Naira por dólares.

O presidente do Banco Central da Nigéria, Godwin Emefiele  alertou que clientes bancários, dignitários e políticos foram aconselhados a não trocar naira por dólares americanos. Ele assegurou: um sistema especial de vigilância vai monitorar todas as operações ilegais e punir quem não seguir as regras.

Além do Local Bitcoins, outras plataformas também notaram o aumento do interesse na criptomoeda por parte dos moradores do país africano. Representantes da plataforma de negociação Paxful também confirmaram que os cidadãos da Nigéria mostraram um interesse crescente em criptomoedas no primeiro semestre deste ano.

Segundo a corretora, o volume de negociação no ano passado foi de mais de US$ 760 milhões e havia 2 milhões de usuários únicos da Nigéria. No entanto, nos primeiros meses deste ano, os moradores locais realizaram transações no valor de cerca de US$ 400 milhões, o que indica uma tendência positiva e que vai superar a marca do ano passado.

Analistas enfatizaram que além dos nigerianos, moradores da Turquia e da Argentina começaram a mostrar interesse crescente por criptomoedas, também países que nos últimos meses enfrentaram o colapso da economia local.

Com isso, fora do centro do euro e do dólar, o Bitcoin demonstra sim um papel que ajuda as pessoas a, pelo menos tentar, escapar da inflação que desvaloriza o seu dinheiro no dia a dia.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias