“Ninguém sabe”, diz CEO da Binance sobre motivo da queda das criptomoedas

Após o mercado de criptomoedas perder cerca de R$ 230 bilhões durante a madrugada deste sábado (10), muitos investidores correram para saber o motivo. No entanto, Changpeng Zhao, CEO da Binance, afirma que ninguém sabe a razão exata.

Em seu tuíte, CZ destaca que “muitas pessoas dizem saber”, mas que erram ao apontar para um único ponto. Seguindo, nota que algumas narrativas usadas também são falsas, ou seja, fake news.

“Narrativa falsa: “A Binance converteu seus investimentos [de criptomoedas] em moeda fiduciária””, exemplificou CZ, citando um tuíte especulativo. Na sequência, revelou que “as reservas de moeda fiduciária/stablecoin da Binance diminuíram” e que as “reservas de criptomoedas aumentaram nos últimos meses/semanas/dias.”

Outra narrativa apontada pelo bilionário é que a Robinhood possui US$ 1,3 bilhão (R$ 6,3 bi) em altcoins e que a empresa estaria pronta para despejá-las no mercado. “Não faço ideia”, comentou Zhao sobre a veracidade das informações. “Você provavelmente sabe mais do que eu.”

Existem muitas pessoas no mercado, diz CZ, cada qual com seus motivos

Uma narrativa mais forte está relacionada a pressão regulatória dos EUA. No entanto, até mesmo criptomoedas que não foram citadas pela SEC como valores mobiliários derreteram nesta madrugada, enfraquecendo a tese.

“Por que o mercado está subindo ou descendo? Ninguém realmente sabe.”

“Muitas pessoas afirmam saber e muitas vezes podem atribuir isso a um único motivo (geralmente errado)”, comentou o CEO da Binance, Changpeng Zhao, em suas redes sociais. “Na realidade, existem muitos vendedores e compradores em um mercado, todos podem ter seus próprios motivos.”

“Ganância e medo, as duas emoções que você precisa para gerenciar em qualquer mercado.”

De qualquer forma, é visível que os touros estão mais ressabiados com o futuro. Ou seja, os ursos podem ter aproveitado o momento de hesitação para ganhar essa batalha, criando um sentimento de pânico que levou outros investidores a despejarem suas criptomoedas.

Por outro lado, o momento pode ser ótimo para realizar entradas. Arthur Hayes, outro bilionário com uma década de experiência no mercado, disse estar amando a queda e estará enchendo seu carrinho de compras.

Pressão regulatória atravessa o oceano e Binance é banida pela SEC da Nigéria

Até o momento, o setor de criptomoedas parecia estar sendo pressionado apelas pelos EUA. No entanto, a situação pode estar mudando, conforme outros países parecem estar seguindo o mesmo caminho.

Em nota publicada nesta sexta-feira (9), a Comissão de Valores Mobiliários da Nigéria pediu para que a Binance Nigeria Limited encerrasse suas atividades imediatamente.

“A Binance Nigeria Limited não é registrada nem regulamentada pela Comissão e, portanto, suas operações na Nigéria são ilegais”, informou a CVM da Nigéria. “A Comissão insta os nigerianos a terem cuidado ao investir em criptoativos e produtos e serviços financeiros relacionados a criptoativos se o provedor de serviços/sua plataforma não estiver registrado ou regulado pela Comissão.”

Por fim, além dos ursos que lucraram com a queda das criptomoedas, quem deve estar feliz é Gary Gensler, presidente da CVM dos EUA. Afinal, seus esforços contra o setor parecem estar dando resultados.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias