Nubank encerra conta de vendedor de Bitcoin sem aviso prévio

Você é investidor de Bitcoin e tem conta na Nubank? É bom ficar esperto.

Siga no
Cartão da Nubank
Cartão da Nubank

A Nubank foi acionada na Justiça após encerrar a conta de um vendedor de Bitcoin. O caso foi parar na Justiça de São Paulo, com o processo ainda no início.

O encerramento de contas bancárias pelos bancos têm atingido os vendedores de criptomoedas no Brasil. Algumas instituições alegam falta de “interesse comercial”.

Em outros casos, corretoras já tiveram suas contas bancárias comprometidas, por motivos semelhantes. Ou seja, há um problema entre as instituições bancárias tradicionais e negociantes de criptomoedas.

Nubank é mais um que encerra conta de vendedor de Bitcoin sem aviso prévio

Um cliente da Nubank recebeu com surpresa a notícia que sua conta tinha sido suspensa. Contudo, além da suspensão, após 10 dias, o banco simplesmente resolveu cancelar a conta do cliente.

Para Vladimir, que inclusive registrou no Reclame Aqui o caso, o Nubank teria cancelado e “zerado” sua conta. A Nubank, pediu prazo de dez dias no Reclame Aqui em resposta ao cliente.

A fim de cumprir regulações obrigatórias, analisamos diversos fatores relacionados ao cadastro e utilização de nossos serviços por nossos clientes.

Nós recebemos a informação de que uma das transferências que você recebeu foi contestada e esse valor foi devolvido a conta de origem.

Manteremos o bloqueio de seus produtos para que possamos seguir com a análise do ocorrido. O prazo para o término dessa análise é de 10 dias da última notificação, em 23/10/2019 e entraremos em contato assim que a análise concluir. Pedimos que aguarde o nosso posicionamento final.

Até a data da apuração do caso, entretanto, o cliente não havia sido respondido pelo Reclame Aqui, mesmo após o envio de novas mensagens. O cliente teve seu cartão cancelado.

O Nubank possui avaliação de 7.7 na referida plataforma de reclamações, com status de “Bom”.

Processo na justiça foi aberto por cliente revoltado com Nubank

No dia 29 de outubro, o cliente entrou na Justiça contra o Nubank, de modo a reaver seu saldo preso no banco e o acesso a sua conta. No processo (1014445-94.2019.8.26.0016), feito por seu advogado, foi pedido a tutela de urgência.

O cliente do banco pede também R$ 14 mil de indenização por danos morais.

  • Condenar a requerida na obrigação de fazer a reabertura da conta corrente do
    autora e possibilitar a utilização do cartão de crédito;
  • Condenar a requerida ao pagamento de danos morais ao autor, no valor de
    R$14.000,00 (catorze mil reais), ou outro valor que for arbitrado segundo os
    critérios deste Douto e Preclaro Juízo
  • Requer a condenação do Requerido ao pagamento das despesas processuais e
    honorários advocatícios em caso de interposição de recurso;

Representada pelo Juiz Daniel da 2ª Vara do Juizado Especial Cível indeferiu o pedido de tutela antecipada. Tal indeferimento foi negado por duas vezes, do qual o juiz recomendou o ingresso no recurso cabível caso o cliente tenha interesse.

Ou seja, o Nubank mantém ainda a suspensão da conta do cliente até que seja apurado mais fatos. O cliente justificou que o fechamento de sua conta traz prejuízos ao mesmo.

Até o momento, nenhuma decisão foi tomada no caso, que foi atualizado no DJSP do último dia 12 de dezembro.

Cliente teve problemas também com Banco Original

No fim de novembro de 2019, o cliente teve problemas também com o Banco Original, registrado no Reclame Aqui. Dessa forma, duas instituições bancárias fecharam (Nubank e Original), sem notificação prévia, a conta do P2P de Bitcoin.

De fato, no segundo caso, registrado na plataforma de reclamações desde o dia 11 de dezembro, o cliente informa que não foi avisado com antecedência de 30 dias.

O investidor de Bitcoin reclamou ainda que o Banco Original não tem dado retorno ao seu caso. O Banco Original tem nota 5.8 no Reclame Aqui, que o destaca como “Ruim”.

A reportagem do Livecoins procurou as partes envolvidas para comentar sobre os problemas. Até o fechamento da matéria não recebemos resposta.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Ethereum no pano

Ethereum ultrapassa Netflix, Coca-Cola e L’Oreal em valor de mercado

Na manhã deste sábado (10), o Ethereum, segunda maior criptomoeda do mundo em termos de capitalização de mercado, estabeleceu um novo recorde de preço,...
Bandeira da Rússia amassada

Banco central russo deve lançar moeda digital em 2023

Funcionários do Banco Central da Rússia revelaram que estão trabalhando no desenvolvimento do Rublo digital, a moeda digital do país que deve ser lançada...

As falácias do consumo de energia do Bitcoin

O tópico mais recente na indústria de criptomoedas é o consumo de energia de prova de trabalho (Proof-of-work ou PoW) do Bitcoin e se...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias