O balanço do Facebook pode acender uma luz sobre a Blockchain

Siga no

[quads id=3]

O balanço do Facebook pode acender uma luz sobre a Blockchain ? É um fato que o escândalo que está pairando no mundo por conta do Facebook é totalmente justificado: uma empresa que coleta dados têm sim o dever de proteger seus usuários, e mais do que isso, não utilizar os mesmos para interesses obscuros.

As ações da empresa listada na Bolsa de Valores só caem, cada vez mais pessoas se unem a hashtag #deleteofacebook e esse movimento está longe do fim. A falta de consciência das atitudes da empresa elevaram o debate sobre algo que a maior parte do mundo parece ainda não ter despertado: dados dos usuários.

Nos cadastramos todos os dias em diversas plataformas, concordamos sem ler com vários Termos de Uso, porém com esse escândalo provavelmente teremos usuários mais atentos e quem sabe mais conscientes de que seus dados são de vital importância e devem ser utilizados com muita sabedoria.

Nesse meio de caos para Mark Zuckerberg e seus afiliados, que já foram a público tentar apagar o incêndio sem muito sucesso, agora poderão ver que a solução para redes sociais estão na tecnologia Blockchain.

A tecnologia baseada na criptografia e consenso da comunidade está criando ambientes descentralizados enquanto falamos, provavelmente até acelerando suas criações com essa brecha criada, poderão mostrar o mundo de uma forma mais consciente e segura.

O Google já teve sua grande rede social Orkut reduzida a lembranças e quem sabe agora a rede social “estadista” chamada Facebook pode estar com seus dias contados. Obviamente, a organização ainda detém o Whatsapp e Instagram como ferramentas difundidas na sociedade global, esperamos que destas também não saiam más notícias, apesar da desconfiança global na moral da empresa.

Um detalhe que chama a atenção muito mais do que o escândalo, é que os Deputados Norte Americanos aprovaram a chamada Lei da Nuvem, dando permissão as agências de segurança dos EUA a coletar dados de empresas de tecnologia do país, mesmo que não estejam situadas geograficamente dentro do território. Ou seja, estamos a merce do maior caso de espionagem internacional já realizado, e justamente por estarmos em redes sociais dos EUA.

A posição do autor deste texto é de tristeza com a situação apresentada, não queremos e não necessitamos de tais medidas autoritárias e que ferem o direito de  liberdade individual de cada cidadão global, porém nos enche de esperança e alegria o poder da Blockchain para apagar esse fato da história da humanidade e devolver a tão sonhada liberdade a cada indivíduo!

Nós estamos com um sorteio de um ingresso para o Maior Evento de Criptomoedas do Brasil: Bitconf 2018. Clique aqui e saiba mais sobre o evento e como participar do sorteio!

Fonte: Forbes

[quads id=3]

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil sobre criptomoedas e Bitcoin

Auditor da Receita Federal diz que volume de Bitcoin no Brasil dobrou em um...

O auditor fiscal da Receita Federal do Brasil Jonathan José Formiga de Oliveira disse que o volume de Bitcoin no Brasil apurado mensalmente, dobrou em...
Hacker e Bitcoin

Protocolo DeFi sofre ataque hacker e perde R$720 milhões

O protocolo de finanças descentralizadas Cream Finance sofreu um ataque que drenou 720 milhões de reais em tokens através de um ataque que utilizou...
Foto da Fachada da Prefeitura de Niterói

Niterói observa tecnologia blockchain, prestes a criar moeda digital

A cidade de Niterói é uma das que observa o potencial da tecnologia blockchain de perto, período em que também avalia criar uma moeda...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias