Obras públicas do Ceará terão blockchain para medição

As obras públicas são consideradas propulsoras da economia e precisam de ferramentas certas para transparência.

Mundo conectado pela Blockchain
Mundo conectado pela Blockchain

As obras públicas que forem feitas pelo estado do Ceará terão o uso da tecnologia blockchain como mediadora. Com essa ferramenta então o governo estadual promete garantir mais transparência ao setor.

De fato, a busca por soluções de transparência em obras públicas é uma exigência hoje do Tribunal de Contas da União (TCU). Isso porque, ao iniciar uma obra de interesse público, o estado gasta recursos obtidos de impostos.

Além da população ter o interesse em ter acesso aos dados, órgãos fiscalizadores também querem essa nova realidade. O processo de digitalização é importante para ajudar a reduzir custos e tempo no processo, garante o estado do Ceará.

A tecnologia blockchain ganhou imenso destaque nos últimos anos, principalmente entre as criptomoedas. O Bitcoin, por exemplo, é a principal criptomoeda hoje e a primeira aplicação blockchain bem sucedida no mundo.

“Propulsoras da economia”, obras públicas do estado do Ceará passam a utilizar blockchain para medição

Quando uma obra pública vai se iniciar, é provisionado recursos para que isso aconteça. Além disso, é necessária a apresentação de um projeto. Se é um prédio, por exemplo, será de quantos andares? Essas e outras questões devem ser respondidas no início.

Contudo, após a obra pública iniciar, uma fiscalização e acompanhamento sobre o andamento do projeto é necessária. Esse momento é chamado de medição da obra pública e é muito importante para garantir o planejamento inicial.

No estado do Ceará então a tecnologia blockchain será utilizada para medição de obras públicas. De acordo com nota no site do estado, o governo estadual investiu R$ 1,2 milhão na adoção dessa tecnologia.

A informação já era pública desde setembro, após o Diário Oficial do estado deixar claro essa adoção. Em nota, o diretor de Planejamento e Gestão da SOP, Arnoudo Alves, destacou que a blockchain será fundamental para inovar no setor.

“Com isto, a SOP caminha rumo à transparência, pois se tornará possível a visualização de qualquer transação, bem como a descentralização, a segurança e a virtualização dos documentos. Tudo passa a acontecer virtualmente, todos os passos da medição serão validados pela empresa, supervisora, fiscal etc”, afirmou Arnoudo

Ação atende ao Programa Ceará Digital, que deve digitalizar 100% dos serviços em até quatro anos

Atualmente o estado do nordeste busca inovar através do chamado Programa Ceará Digital. Com esse programa o governo pretende digitalizar 100% dos serviços em até quatro anos.

O investimento em tecnologia blockchain, inclusive, se encaixa no programa do estado. Ainda sim, a nota pública do estado ainda não deixou claro qual será a blockchain utilizada nesse processo de inovação.

Além disso, a blockchain está na mira do Governo do Ceará para fomentar empreendedorismo desde 2019. No mês de julho, conforme noticiado pelo Livecoins, o Tribunal de Contas do Ceará também promoveu debates sobre a tecnologia blockchain.

A expectativa é que a nova solução ajude na redução de custos e de tempo, além de dar mais transparência às obras públicas. Na economia, as obras públicas são dadas como propulsoras do desenvolvimento econômico, ou seja, é importante acompanhar de perto o assunto.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias